Arquivo de etiquetas: suplementos

10 dicas para preparar o corpo para o Natal

Preparar nosso corpo (e mente) para o Natal sempre foi uma questão pendente.

Durante as próximas semanas, estaremos expostos a excessos intermináveis ​​por causa de festas, festas de fim de noite e o aumento no consumo de doces que sempre acabam tomando nosso pedágio.

Portanto, este ano propomos um plano de ‘desintoxicação pré-Natal’ com o qual poderemos controlar melhor nosso peso e, ainda, definiremos uma rotina para evitar os problemas digestivos dos quais normalmente somos vítimas: digestão pesada, acidez, constipação, diarréia. …

1. Beba muita água

Algo tão simples como ser hidratado tem muitos benefícios: nós desintoxicamos o corpo, notamos uma maior sensação de plenitude e fazemos nossos órgãos funcionarem melhor. Tome, pelo menos, entre 6 e 8 copos por dia e, um deles sempre em jejum.

2. Doces de Natal na época

Não se trata de ser radical e eliminar esses doces da nossa lista de compras. O importante é consumi-los quando é devido e de maneira controlada, ou seja, não começar a abusar desse tipo de alimento semanas antes. Além disso, é aconselhável levá-los no café da manhã ou no período da tarde. Evite tomá-los horas antes de ir para a cama ou deixe-os como decoração de Natal no sofá. Quanto menos tentação, melhor!

3. Sem jejuns

Parece repetitivo, mas é vital. Faça cinco refeições por dia, três refeições básicas e dois lanches no meio da manhã e no meio da tarde. Desta forma, você evitará bicar entre as refeições.

E, no que diz respeito a jantares de Natal e pré-natal e refeições, não vá com o estômago vazio ou as conseqüências serão piores.

Seus desejos serão maiores e você provavelmente comerá mais de tudo. Tome algumas frutas antes de sair de casa e assim você será mais satisfeito e você pode se controlar melhor.

4. Limite o consumo de gorduras animais

Recomenda-se cerca de 3-4 colheres de sopa por dia de azeite extra-virgem. Coma menos carne vermelha, queijos muito maduros, manteiga, salsichas ou doces.

5. Guarnições saudáveis

Evite molhos e farinhas refinados e aposte em temperos à base de especiarias que, além disso, lhe darão mais sabor. T

ente fazer guarnições frescas com base em vegetais para garantir um bom trânsito intestinal e garantir que sua dieta sempre inclua leguminosas, laticínios magros e carnes brancas (aves, peru, coelho …)

6. Quando você come, não assiste televisão

Está provado que quando comemos e somos distraídos por outra atividade, não mantemos o controle do que comemos. Ver o que bebemos nos ajuda a nos satisfazer.

7. Não há desculpas para não exercer

O exercício é sempre sinônimo de saúde, não apenas nos mantém em forma, mas ajuda a manter os níveis de açúcar e colesterol mais controlados.

Ajuda a liberar endorfinas, neurotransmissores do prazer, e é por isso que nos sentimos tão bem na atividade. É aconselhável realizar pelo menos 30 minutos por dia de exercício moderado ou a pé.

É verdade que, em todas as partes, é mais complicado seguir uma rotina, mas isso não significa que não procuremos alternativas.

  • Dance
  • Suba as escadas, em vez de pegar o elevador
  • Evite o carro para executar recados
  • Vá passear depois de comer

8. Volte para a rotina no dia seguinte

Diga adeus ao famoso reaquecido ou aproveite as sobras das refeições festivas. Aproveite as férias, mas o resto mantém seus menus saudáveis.

9. Escolha carboidratos em sua versão completa

Desta forma, obteremos mais benefícios graças à fibra, o que nos ajuda a eliminar toxinas e purificar o corpo. Arroz e massa de trigo integral, bem como cereais para começar o dia.

10. Sucos e suplementos ‘desintoxicação’

Nós sempre ouvimos falar sobre sucos e shakes ‘desintoxicação’ quando queremos começar uma dieta ou purificar o corpo após os excessos. Mas você também pode começar a tomar os dias antes de adicionar frutas e legumes como abacate, alcachofra, maçã, aipo, mamão, aipo, chicória, beterraba …

Além disso, existem suplementos naturais e alimentos que protegem o nosso estômago e promover a queima de gordura com base em alcachofra, Garcinia Cambogia, L-Carnitina, Chá Verde, gengibre, leite Thistle …

 

5 Plantas para prevenir a queda de cabelo

O milhete, videira, a semente de abobora, o ginkgo e a cavalinha ajudam-nos a prevenir a queda de cabelo durante todo o ano. A queda do cabelo é um fenómeno natural, uma vez que é uma etapa do ciclo do cabelo. Tem que cair para começar a crescer de novo, como já explicamos no nosso anterior artigo. Llega el otoño, ¡SOS cabello!

Se a queda do cabelo for excessiva, pode dever-se a outras causas, como o stresse, as alterações hormonais ou por uma má alimentação. No caso desta ultima, uma ingestão nutricional incorreta, quer por uma dieta hipercalórica não controlada por um profissional, ou uma dieta hipocalórica com deficiências de vitaminas e minerais, como cálcio, magnésio, zinco… pode ser a causa mais comum da debilidade e queda de cabelo. Para além de que no caso das mulheres, é agravada a perda de ferro durante a menstruação.

Tal como acontece com a maioria das coisas, é mais fácil a prevenção e cuidar do nosso cabelo durante todo o ano.

Como prevenir a queda de cabelo todo a ano

Para além de uma correta alimentação, há uma imensa variedade de produtos que nos ajudam a travar a queda de cabelo, desde champô, sérum, suplementos alimentares, etc. Hoje centramo-nos em cinco plantas e tudo o que nos fornecem graças a sua composição.

Milhete

  • É um cereal que se consome habitualmente no Oriente e é considerado alimento terapêutico pela medicina tradicional chinesa.
  • Não contêm glúten, portanto pode ser consumido por intolerantes ao glúten
  • É uma boa fonte natural de magnésio, potássio, ferro, zinco, riboflavina e ácidos gordos

Videira

  • Planta semilenhosa. Atualmente é mais comum encontra-la em locais de clima temperado
  • Facilita a circulação do sangue pela sua composição em flavonoides, portanto, ajuda a que o nosso cabelo recebe todos nutrientes necessários
  • Contêm muitas vitaminas do complexo B e minerais necessários para um cabelo saudável

Cavalinha

  • Arbusto rasteiro de caule rizomatoso. Com uma composição muito rica em minerais (silício, potássio, magnésio…) flavonoides e taninos
  • A sua principal função é diurética, mas também, se usa como remineralizante pelo seu alto conteúdo em silício, ajudando a travar a queda de cabelo e a aparição de caspa.

Semente de Abobora

  • Utilizada desde a antiguidade pelas suas propriedades. A sua composição baseia-se principalmente em gorduras sobretudo w3 e w6, conhecidas como “boas gorduras” e proteínas.
  • Também inclui vitaminas do grupo B e é uma das melhores fontes de selénio, magnésio e zinco.

Ginkgo Biloba

  • Árvore única no mundo, procedente da China. Considera-se a espécie superior viva mais antiga do planeta
  • As suas folhas contêm flavonoides que facilitam a microcirculação sanguínea. O sangue transporte o oxigénio e com ele os nutrientes.

Estas plantas podem tornar-se numa fonte de infusão, de extrato seco e como já mencionamos como suplemento alimentar. Se decidir utilizar alguma comprove a sua composição e a dose de cada um dos seus ingredientes. O melhor será aquele que incluir as 5 plantas que enumeramos, já que estas realizam, uma ação sinergética: graças a todas as vitaminas e minerais que nos possibilitam o aumento da irrigação do folículo piloso (fortalecendo assim a atividade celular da raiz), não só ajuda a prevenir a queda de cabelo, mas também promove o seu crescimento e aumento do brilho natural.

As proteínas Whey no rendimento desportivo

Os batidos de proteínas do soro de leite (Whey protein) são uma alternativa saudável para uma melhor recuperação e um aumento efetivo de massa magra.

Tão importante quanto praticar exercício físico, é recuperar o corpo para estar pronto para o próximo treinamento. Cada vez que um estímulo muscular acontece, as fibras sofrem micro rupturas e iniciam um processo de reconstrução após a pratica desportiva. Nas horas que se seguem à finalização do exercício, os músculos estão a chamar por nutrientes para recuperar-se.

Aqui é onde entra uma boa alimentação, suplementação adequada e descanso. Os batidos de proteínas são cada dia mais usados como alternativas saudáveis para uma melhor recuperação e um aumento efetivo da massa magra. Aliados com uma dieta equilibrada e um treinamento adequado a cada tipo físico, maximizam os resultados e criam mais adeptos em todo o mundo pela sua pureza, efectividade e facilidade de uso.

O que são as proteínas do soro?

O soro do leite é um subproduto obtido durante a elaboração do queijo. Contem, principalmente, lactose, proteínas como substâncias de importante valor nutricional, minerais, vitaminas e gordura. O leite de vaca esta composto num 20% de soro de leite é num 80% de caseínas (outro tipo de proteína). No leite materno isto é ao contrário, está composta por um 80% de soro de leite e 20% de caseínas, pelo que podemos afirmar que as proteínas do soro do leite são mais semelhantes ao leite humano.

O soro do leite de vaca é submetido a um processo de ultra e microfitração, um processo tecnológico que não utiliza substâncias químicas nem calor. A filtragem é totalmente mecânica, onde, com cada passagem, as sucessivas membranas do filtro vão eliminando a gordura indesejável, o colesterol e a lactose, dando origem ao que se denomina whey protein.

No entanto, existem outros processos de elaboração, e dependendo do que seja utilizado para a obtenção de whey, algumas proteínas podem ser desnaturalizadas e perder a capacidade de serem absorvidas pelo organismo.

Tipos de proteínas ‘Whey’

Existem diferentes tipos de whey protein de acordo com o processo de elaboração.

  1. Concentrados de proteínas de whey. A sua elaboração implica a eliminação das cinzas, a maior parte da lactose do leite, o agua e alguns minerais.
  2. Isolados de proteínas de whey. São as que maior concentração de proteínas fornecem, ~90% ou mais, já que na sua elaboração se produz uma significativa eliminação da gordura e da lactose contida no soro lácteo. É melhor digerida e apta para intolerantes a lactose.
  3. Hidrolisado de proteínas de whey. Muitos produtos nutricionais para o desporto, fórmulas para crianças e fórmulas de uso médico, utilizam produtos com soro de proteínas hidrolisado. O processo de hidrólise degrada as proteínas em segmentos mais pequenos chamados de péptidos. Os peptidos são cadeias mais pequenas de aminoácidos. Isto faz que as proteínas sejam mais fáceis de digerir e reduz o risco potencial de reacções alérgicas às proteínas lácteas. Também são aptas para intolerantes à lactose.

As proteínas do soro de leite são altamente digeríveis e rapidamente absorvidas pelo organismo, estimulando a síntese de proteínas no sangue e nos tecidos, ao ponto que alguns cientistas as classificam como proteínas de metabolização rápida. Por meio de estudos foram observados resultados muito positivos em relação com a composição corporal: diminuição do peso, redução da gorduña corporal, aumento da densidade mineral dos ossos, aumento da massa magra, glucógeno muscular e hepático e melhora da força. De modo geral, o consumo de whey protein não substitui a uma alimentação equilibrada e adequada para cada estilo de vida.

Em futuros artigos, explicarei outros suplementos que são realmente interessantes para melhorar o rendimento desportivo, como os aminoácidos ramificados, a L-Glutamina e a Creatina.

Bibliografía

  • Hoffman, J. R. & Falvo, M. J (2004). Protein- Which is the best?. J. Sports Sci Med., 13, 118-130
  • Fernando Naclerio (2006). Utilización de las Proteínas y Aminoácidos como Suplementos o Integradores Dietéticos. PubliCE Standard.
  • Candow, D. G., Burke, N. C., Smith, T. & Burke, D. G (2006). Effects of whey protein and soy protein supplementation combined with resistance training in young adults. Int J. Sports Nutr Exerc. Metabol., 16, 233-244
  • Fitzgerald R, et al, 2003. Hypotensive peptides from milk proteins. Journal of Nutrition, 134:S980S988.

O que é o Tribulus?

O Tribulus aumenta a testosterona e, portanto, a fertilidade, líbido e contração muscular, melhorando a função erétil.

O Tribulus terrestrís é um nome científico, no entanto, o seu nome mais comum é abrolhos. Trata-se de uma espécie herbácea rastreira perenne, geralmente postrada. As suas flores de cor amarela e o seu fruto é caraterizado pelos seus espinhos. É nativo de regiões tropicais temperadas quentes, como o sul da Europa, Ásia, África ou na Austrália, mas o facto mais interessante é que esta planta é usada na medicina tradicional chinesa e indiana há mais de 3000 anos.

Esta tem sido utilizada durante séculos para tratar a impotência e fraqueza sexual. Hoje em dia existem estudos que atribuem propriedades, tais como protetor do fígado, inibe a formação de pedras nos rins e é usado em caso de depressão leve, porque equilibra o sistema nervoso e é um poderoso recuperador de sono. Ele também atua como um afrodisíaco, aumentando a força, resistência e tônus muscular. Aumenta a fertilidade e o mais comum é o aumento dos níveis de testosterona.

Portanto, o Tribulus é uma das plantas medicinais mais conhecidas a nível mundial. Na atualidade pode-se encontrar em suplementos alimentares pelos seus múltiplos benefícios.

O Tribulus é um afrodisíaco ?

Embora este possa agir como afrodisíaco para homens e mulheres, é mais comum encontrá-lo em suplementos para homens, porque aumenta os níveis de testosterona e, portanto, as suas funções mais importantes são:

  • Contração muscular, melhorando a função erétil.
  • Aumento da fertilidade.
  • Aumenta o líbido.

Tudo isso deve-se aos seus principais ingredientes ativos, saponinas esteroideas e a protodioscina. São nutrientes não essenciais de origem vegetal. Isto é, eles não são necessários para a vida. No entanto, apresentam uma série de caraterísticas que são muito utilizadas pela industria farmacêutica. Isto porque a sua estrutura molecular está relacionada com as hormonas esteróidas do corpo, melhorando assim a atividade hormonal dos estrogénios e da testosterona.

Nos últimos anos, o Tribulus ganhou uma fama considerável entre os que praticam culturismo, uma vez que melhora o desempenho e surge como uma alternativa aos esteróides anabolizantes.
Alguns comparam as suas propriedades tônicas com os efeitos do Ginseng, mas ambos têm mecanismos totalmente diferentes.

Contra indicações do Tribulus

Os ensaios de toxicologia em animais de laboratório indicam uma toxicidade muito baixa. Não está recomendada para pessoas com colestase, ou qualquer circunstância que obstrua o fluxo da bílis do fígado. Também não é recomendado para mulheres grávidas ou a amamentar, ou em crianças com menos de 18 anos.

No entanto, as doses usadas em suplementos alimentares não são letais ou prejudiciais.