Arquivo de etiquetas: radiação do sol

Porque devo escolher um creme solar bio?

Com a creme solar bio criamos uma camada na pele que impede que os raios penetrem profundamente causando danos no nosso organismo

Qual é a diferença entre um creme solar bio e uma convencional?

Por fim chegou à época do calor e de usufruir desses banhos de sol que tanto ansiamos durante todo o ano.

Sabemos que o sol tem efeitos benéficos para o organismo, entre os quais destacamos que estimula a formação de Vitamina A e D, encarregue de contribuir para a formação e consolidação de ossos e dentes.

Mas, devemos ter em conta os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre os efeitos negativos que também produz uma má exposição e prevenção, como podem ser queimaduras, insolações, o envelhecimento prematuro da pele, o aparecimento de manchas ou outras patologias.

A seguir, vamos a destacar as principais precauções que devemos ter em conta para evitar danos na nossa pele.

Exposição solar segura

  • Aplique a proteção solar 20 minutos antes da exposição.
  • Renovar regularmente o creme: após o banho, de fazer desporto…
  • Não tome o sol durante muitas horas.
  • Utilize óculos homologados e chapéus de sol.
  • Evite as horas centrais do dia (12 – 16 horas) porque são as mais perigosas

Tipos de radiações solares

Conhece as radiações as quais nos expomos?

Explico o que são e a percentagem de penetração na nossa pele, de forma a sermos mais conscientes.

  • Radiações UVB: As radiações ultravioletas tipo B, são as mais energéticas e as mais perigosas. A nivel de penetração da pele, chega a 10% da epidermis e até 10% da dermis.
  • Radiações UVA: As radiações ultravioletas tipo A, que são as que encontramos em soláriums artificiais, são menos energéticas mas penetram mais profundamente na pele. O 15% na epidermis, o 39% na dermis e até 1% na hipodermis.

Qual é a opção mais segura para se proteger?

A melhor opção para o nosso organismo, são aqueles protetores bio com a segurança de uma certificação orgânica, filtros que não procedem da química sintética, sem parabenos nem derivados do petróleo.

Os filtros físicos, conhecidos como bloqueadores solares de amplo espectro, agem refletindo todas as radiações solares (UVA, UVB).

O importante é que criam uma camada na pele que impede que os raios penetrem e, ao contrário dos filtros químicos, não interferem na química do nosso organismo.

Como conseguir um bom bronze este verão?

Existem certos componentes dos alimentos que influenciam na cor da nossa pele e nun bom bronze, sendo de ajuda para a proteger dos radicais livres do sol. Descubra quais são.

As vitaminas e aminoácidos (aa) cumprem uma função muito importante no nosso organismo, e no cuidado da pele e o bronze não iam ser menos.

Hoje vamos explicar quais são os mecanismos pelos quais certos componentes dos alimentos influenciam na cor da pele, ja que nos aproximamos a época de maior exposição solar, o verão.

Tirosina: A tirocina e um aa não essencial, isto é, não necessitamos do incorporar ao nosso organismo pela alimentação, porque o nosso corpo o sintetiza naturalmente a partir de outros aa como a fenilalanina, que é muito abundante em todas as proteínas de origem animal. A partir da tirosina, o nosso corpo sintetiza substancias muito importantes, entre as quais a melanina.

A melanina e um pigmento escuro que se sintetiza na dermes em condições de exposição solar. Absorve a radiação ultravioleta nociva e a transforma em calor, que resulta inofensivo.

Esta propriedade permite a melanina eliminar mais do 99,9% da radiação absorvida em calor, e pela sua vez, previne o dano direto ao DNA, ao nos proteger da dita radiação do sol.

Carotenos: A função dos betacarotenos e mais conhecida a nivel fisiológico, pela sua transformação em vitamina A, muito necessária para uma correta saude visual. Mas… que acontece com aqueles carotenos, que pela sua estrutura, não se transformam? Muitos deles, como a zeaxantina (proveniente do milho) ou os licopenos (presentes no tomate), são acumulados no tecido gordo subdermico, proporcionando uma cor alaranjada a nossa pele, e assim, acentuando o bronze.

A função mais importante dos betacarotenos e a ação antioxidante, ja que protege a nossa pele frente aos radicais livres e favorece um bronze mais saudável.

Existem estudos que mostram que uma dieta rica em betacarotenos favorece um aumento de melanina e que a sua acumulação no organismo não implica nenhum risco de toxicidade para o mesmo.

Vitaminas E e C: Estas duas vitaminas são essenciais para o bronze, pela sua função antioxidante e ainda protegem ao colagenio e elástica, duas substancias fundamentais para manter a elasticidade e boa saude da pele.

Que alimentos ajudam a conseguir um bom bronze?

Temos a tendência a pensar que os alimentos que maior conteúdo em betacarotenos têm são os laranjas, como as cenouras, ou a abóbora, mas, de facto, alguns legumes verdes sao mais ricos nesse pigmento, como os espinafres. Nestes casos, a clorofila presente “esconde” os betacarotenos que contem.

Outros alimentos ricos em betacarotenos são a beterraba, a couve, os pimentos, a alfalfa, a alga espirulina…

Destacamos que para uma correta absorção devemos ingerir estes alimentos com alguma porção de gordura (oleos vegetais não refinados), ja que os betacarotenos sao absorvidos através de uma michelas que se formam a partir de gordura no nosso intestino.

O licopeno é um pigmento que pertence ao grupo dos carotenos, tem uma função antioxidante pela sua composição química formada por 11 ligações conjugadas na sua estrutura molecular. Esta presente em quase todas as fructosa e legumes de cor vermelha, destacando os pimentos, o tomate e a melancia.

Recomendações gerais:

  1. Siga uma dieta equilibrada e variada (mediterrânea) que proporcione todos os nutrientes que necessita o organismo, reforçando os alimentos com os componentes destacados anteriormente para conseguir uma pele bronzeada e saudável.
  2. A hidratação e fundamental para evitar que a pele se seque e que o organismo no geral seja afetado. E aconselhável beber, como mínimo, 1 litro e meio de agua ao dia e, enquanto toma o sol, continue hidratando-se embora não tenha sede.
  3. Use cremes solares de qualidade e aplique de forma generosa, repetindo essa operação com a frequência que seja necessário. Recomendamos tomar o sol nas horas de menor exposição solar e não de forma prolongada.
  4. Apos tomar o sol, é necessário hidratar a pele, e para isso, os melhores aliados sao o óleo ou creme de rosa Mosquera, ja que e rica em oleos essenciais, que ajudam a que a pele volte a condições normais.

Bibliografia

  • Jordi S. Salvadó, Anna B. i Sanjaume, Roser T. Casañas, M. Engracia S. i Solá – Nutricion y Dietética Clinica – Ed. Elsevier Masson, 2014.
  • Jose Mataix Verdú – Tratado de Nutricion y Alimentacion Humana (2º Edicion) – Ed. Ergon, 2009
  • Inma Palma, Andreu Farran, David Cantos – Tablas de composicion de alimentos por medidas caseras de consumo habitual en España – Ed. McGraw-Hill/Interamericana de España, 2008

Conselhos para conseguir um bronzeado saudável antes do verão

Bronzeado saudável todo o ano, principalmente antes do verão … para chegar à época de verão com uma pele saudável e protegida.

Bronzeado saudável antes do verão

Se queres antes do verão um bonito bronzeado, duradouro e sobretudo saudável, contámos te como consegui-lo com uma alimentação adequada e cuidados muito específicos.

Se és desportista tens de prestar mais atenção a tua pele e não só no verão. As pessoas que fazem exercício físico diário expõem-se a mais agressões que o resto, devido ao sol, ao vento, ao suor, duches frequentes, oxidação celular, etc.

Portanto, uns bons hábitos de proteção e hidratação e uma alimentação adequada, nos ajude a preparar a nossa pele para a exposição ao sol e também serão nossos aliados na hora de conseguir um bronzeado bonito e duradouro para o resto do ano.

Os cuidados com a pele em qualquer época do ano

Quando os raios UVA e UVB, a radiação ultravioleta do sol, excede a quantidade que a melanina, o pigmento protetor da pele, é capaz de absorver, produzem-se alterações na nossa pele e inclusive queimaduras, iguais às que provocam as queimaduras térmicas geradas por fontes de calor como é o fogo, a prancha ou o secador. As ampolas, edemas e febre ou até mesmo problemas mais graves como o aparecimento de manchas e envelhecimento prematuro são sinais evidentes que algo não está bem.

Dependendo do nosso tipo de pele, a nossa pele vai responder de uma outra forma aos raios solares, mas ter um fotótipo alto não significa que podemos descuidar da nossa hidratação ou a prevenção da exposição ao sol.

Uma pele bronzeada queima-se menos e está mais protegida

Por isso é altamente recomendável que todos os tipos de pele especialmente os mais claros tomem medidas de proteção durante todo o ano, de modo a que quando chegar o momento de exposição ao sol a nossa pele está protegida, hidratada, na medida do possível, e já bronzeada.

Em qualquer caso, o importante é prevenir e se sabemos quais os produtos a utilizar e como aplicá-los, é possível desfrutar do sol sem problema.

Nenhum filtro solar oferece uma proteção absoluta, mas sim ajuda a prevenir queimaduras graves. A exposição ao sol não ocorre apenas no verão, quando apanhámos sol, mas todos os dias do ano independentemente da estação e como dissemos antes é mais aguda em atletas que expõe diariamente a sua pele a este tempo. É, por isso, que é importante usar sempre proteção, embora os fatores possam variar de acordo com a estação do ano. No outono e no inverno utilizámos proteção solar SPF de 15 e 30 e na primavera e verão entre os 30 e os 50, dependendo do nosso tipo de pele.

Deve-se aplicar o protetor 30 minutos antes da exposição ao sol. E voltar a aplicar pelo menos a cada duas horas para apanhar sol ou praticar um desporto ou atividade sem risco.

Também, é recomendável utilizar afterun com ativos como é Aloé Vera. É um ritual muito agradável após a exposição ao sol, uma vez que hidrata e acalma a pele em profundidade para além de ajudar a prolongar o bronzeado.

Não nos podemos esquecer da esfoliação, muito necessária, já que assim eliminamos as células mortas e as impurezas da pele, o que se traduz numa regeneração celular mais intensa e um bronzeado mais uniforme e luminoso.

E, claro, uma boa hidratação da pele. É essencial para manter em bom estado a pele, por isso é necessário tomar dois a dois litros e meio de água para manter o corpo e a pele perfeitamente hidratados.

A dieta é a chave para um bronzeado saudável

É recomendável consumir alimentos ricos em antioxidantes, vitaminas A, B, C e E, assim como Omega 3 que favorecem, preparam e prolongam o bronzeado.

Frutas e verduras

Cenouras, manga, melancia e tomate são muito ricos em betacarotenos, ajudando a aumentar a pigmentação e a ativar a melanina fazendo com que o bronzeado dure mais tempo. Por lo que pensar em clave naranja a la hora de elegir estos alimentos se convierte em un juego saludable muy interesante. Tem especial incidência a Vitamina C, que produz hidroxilina e hidroxiprolina, importantes para a produção de colagénio, substância que da firmeza à pele e ajuda a reverter os efeitos negativos das radiações solares.

Peixe azul e sementes

O pescado azul como o salmão, a cavala, as sardinhas, mas também as sementes como a chia e os frutos secos contêm gorduras poliinsaturadas, ácidos omega-3, vitamina A e minerais e têm um papel fundamental para o bom estado na pele, ajudando a lubrificar e a fornecer elasticidade.

Óleos vegetais

Os óleos vegetais como o azeite, o óleo de girassol e de soja, mas também o gérmen de trigo, o abacate e o ovo são ricos em Vitamina E, convertendo-se em potentes antioxidantes e cicatrizantes.

Nutricosméticos para um bronzeado saudável todo o ano

Para além da alimentação, também podemos recorrer a suplementos alimentares que ajudam a nossa pele a ativar a melanina, e assim, a proteger se dos raios solares. Trata-se de produtos naturais como antioxidantes, vitaminas e óleos gordos que hidratam e nutrem a pele para bronzear-se de uma forma saudável e duradoura e, para além disso, evita o envelhecimento da pele e a perda de elasticidade e firmeza.