Arquivo de etiquetas: PH

O cuidado da pele também é coisa de homens

O cuidado da pele também é coisa de homens… Que coisas deve ter em conta para a proteger e evitar o envelhecimento prematuro?

O cuidado da pele e do corpo não entende de sexos, graças, em parte, pela mudança de mentalidade que se produziu nos anos 90 de mão da expressão popular “metrosexual”, que abriu as portas aos segredos de beleza do homem.

A rotina de cuidados básicos da pele para um homem é e deve ser muito parecida à das mulheres. Por este motivo, a cosmética ecológica também é a mais recomendável para eles, porque está livre de substâncias tóxicas e parabenos que possam danificar a sua dermis.

Por isso, vamos desvelar como tirar partido à beleza masculina através do cuidado da pele e cabelo, porque não há nada como ter a pele saudável para que esteja bem apresentada.

Para evitar as rugas precoces, é necessário manter uns hábitos diários com os produtos adequados e tendo em conta os diferentes tipos de pele.

Nesta ocasião, vamos centralizar-nos em como cuidar o aspecto e a pele da face.

  1. Lave diariamente a face com um limpador suave que não contenha sabão (porque contêm um PH muito elevado e pode chegar a nos secar a pele, além de fazer que se desequilibre o manto hidrolipídico natural que possui). Podemos encontra-los em formato mousse, muito confortáveis, bifásicos…
  2. Hidrate com um creme específico de acordo com o seu tipo de pele (face e pescoço):
    • Gordurosa: Hidratantes sem óleo, com princípios ativos como a árvore de chá vai evitar os brilhos e manter controlado o acne.
    • Seca: Hidratantes ricas em óleos vegetais para fornecer à pele ácidos gordos e vitaminas (oliva, argan, rosa mosqueta…)
    • Madura: Escolher cremes com ativos reafirmantes, como o óleo essencial de gerânio ou o ácido hialurônico.
    • Sensível: Para aquelas peles sensíveis, nada melhor que o oleato de calêndula ou o óleo essencial de cânhamo, que contém uma percentagem elevada de Vitamina E.
  3. Não esqueça nunca a proteção solar antes de sair de casa, com SPF 30 ou mais, para evitar as manchas e rugas precoces.
  4. Utilize produtos específicos para fazer a barba, mas também para depois, como o aloé vera, a manteca de Carité, óleos vegetais com princípios ativos calmantes… Agora pode encontra-los todos num mesmo produto, o que facilita o seu uso.
  5. Para aqueles que têm barba é importante hidratar cada dia, não só o pelo, mas também a pele que fica debaixo e que se torna mais sensível de cada vez. Para isso, utilize produtos que contenham manteiga de Carité.
  6. Uma vez por semana, coloque uma máscara revitalizante e notará a diferença.

Que tem que ter em conta para escolher o gel adequado à nossa pele?

No momento de escolher um gel, evite um PH elevado, os parabenos e perfumes. Opte por geles naturais e ofereça à sua pele o benefício dos nutritienes dos óleos vegetais, assim como aproveitar a holística dos óleos essenciais (que vão ajuda-lo a dormir, a ativar-se, a animar-se… faça a sua escolha). E lembre-se de hidratar a sua pele após do duche com uma loção corporal destinada ao seu tipo de pele.

Por último, também é muito importante o cuidado das mãos e pés e sua hidratação tanto no inverno como no verão, para retardar o processo de envelhecimento da pele.

A saúde da pele é o melhor espelho de beleza! Não a deixe de lado!

Árvore do chá, a melhor arma contra os piolhos

Hoje falámos como prevenir os piolhos durante o regresso à escola, usando o óleo Árvore do chá. Proteja as crianças  da forma mais natural!

O regresso à escola está aí. Com as baterias carregadas, mochilas preparadas e ansiosos por voltar à rotina. Dizem que é melhor prevenir do que remediar, por isso vamos reforçar a nossa informação, antes da chegadas dos piolhos, como é de costume nesta época do ano.

Este indesejado inseto de 6 pernas, adere ao couro cabeludo e alimenta-se de pequenas quantidades de sangue, deixando os seus ovos, conhecidos como lêndeas. Por vezes é fácil confundir o seu diagnóstico. Os piolhos são muito pequenos e movem-se rapidamente, mas podemos ver as lêndeas, que se encontram na raiz do cabelo. O seu lugar preferido é atrás das orelhas e da nuca.

Piolho: Principais sintomas

  • Uma sensação de comichão na cabeça.
  • Coceira intensa. Se virmos a criança a coçar muito a cabeça, cuidado !
  • Possíveis feridas que são causadas pela sistemática coceira.
  • Dificuldade em dormir, porque os piolhos são ativos no escuro.

O couro cabeludo é afetado e, geralmente, a irritação é visível, por isso temos duas funções, cuidar a pele e remover definitivamente os piolhos.

Para isso vamos utilizar um remédio da Austrália; a Árvore do chá ( Melaleuca Alternifolia). Embora durante anos foi algo desconhecido, agora temos a sorte de poder contar com ele nos nossos armários de remédios e tirar proveito dos seus benefícios.

Vários estudos científicos suportam as propriedades de múltiplas moléculas que o compõem. É um óleo de amplo espectro, antibacteriano, antiviral, antifúngico, com atividades anti protozoárias … Assim, tendo em mãos um produto natural, porque escolher outra opção ?

Modo de uso da Árvore do chá

Preparação de um champô específico

No mercado podemos encontrar diferentes champôs neutros, com um PH ideal para as peles mais sensíveis e que nos permitem misturá-las com ativos liposolúveis como os óleos essenciais.

Utilizámos o champô com base na mistura e adicionámos o óleo essencial da Árvore do chá.

Podemos, também, adicionar outros óleos essenciais, também ativos na luta contra os piolhos e que melhoram o forte odor da Árvore do chá. Por exemplo, o óleo essencial de lavanda, que também tem propriedades suavizantes. Deste modo, podemos garantir que o champô é eficaz (muitos produtos que há no mercado não chegam ao 2 ou 3% de concentração, que é o mínimo para ser eficaz).

Pomada Letal

Colocámos em uma tigela:

  • Uma base de óleo vegetal ( amêndoa, avelãs ou neem , … )
  • Os seguintes óleos essenciais : Árvore do chá, alecrim, lavanda

Misturamos bem e aplicámos em todo o couro cabeludo. De seguida, colocar uma touca de banho e deixar atuar no mínimo durante uma hora.

Assim, conseguimos asfixiar os piolhos graças ao óleo vegetal e as propriedades dos princípios ativos. Ao mesmo tempo, graças à base de óleo vegetal hidrataremos o couro cabeludo irritado.

Devemos lembrar que o piolho é atraído pelo cheiro humano, daí muitos dos produtos anti piolhos são perfumados, para mantê-los longe, uma vez que eles não gostam de perfume.

Spray pulverizador

Podemos criar um spray pulverizador com água, óleo da árvore do chá e um emulsionante vegetal (para que seja possível a mistura do óleo com a água). Assim, podemos pulverizar a cabeça da criança antes desta sair de casa. Pode ser utilizado de forma preventiva como realizada após a extração dos piolhos. No segundo caso, recomendámos pulverizar diretamente até que os piolhos desapareçam por completo.

Outra opção preventiva e eficaz é colocar algumas gotas diretamente atrás das orelhas. Desta forma, colocámos uma barreira à aproximação dos piolhos.

Conselhos para combater os piolhos

  • Informe-se bem, existem falsos mitos.
  • Utilize um pente de dentes finos metálico
  • Avisar na escola para que os outros pais estejam preparados, é importante perante a propagação.
  • Não compartilhar fitas de cabelo, travessões, gorros, etc
  • Pentear com o cabelo húmido para uma mais fácil extração
  • Ver a cabeça de todos os que vivem em casa.

E sobre tudo, quando se tem animais, lembre-se que tanto os cães como os gatos não são infetados por piolhos, pelo que não são um foco de infeção. Os piolhos são atraídos unicamente pelo odor humano. Assim, podemos continuar a apreciar os nossos amigos peludos.

Boa Sorte e ao ataque !!

A dieta alcalina: Como evitar ter um corpo ácido?

Aprenda a diferenciar entre alimentos alcalinos e ácidos, para eliminar do nosso organismo os produtos mais “residuais” é que afectam o nosso PH.

De certeza que em mais de uma ocasião, já ouviu falar da dieta alcalina, ou da necessidade de incluir nos nossos menus diários alimentos pouco ácidos que nos ajudem a ter um PH a volta do 7 ou 7,35 para conseguir uma boa oxigenação do nosso organismo.

Mas… conhece concretamente em que se baseia este tipo de regime que convenceu tantas “celebrities”? Quais são os alimentos ácidos ou alcalinos? É o mais importante, que tipo de benefícios nos traz?

Objetivos da dieta alcalina

Conseguir que o PH dos nossos órgãos se regularize mediante o consumo de alimentos naturais e pouco processados para o benefício da nossa saúde é o objetivo principal de dieta alcalina.

Este tipo de regime voltou-se muito popular nos últimos anos pela sua eficácia na perda de peso em pouco tempo, pela combinação inteligente de alimentos pelo seu nível de alcalinidade ou acidez.

Isto é, apresenta a possibilidade de excluir da nossa dieta aqueles produtos que mais “resíduos” deixam no nosso metabolismo após o processo digestivo.

Qual é o nível de PH adequado para um estado saudável?

No nosso corpo, todos os fluidos tem um PH que está a volta de um valor de 7. Isto quer dizer que para que as células dos nossos órgãos trabalhem de forma correta e estejam bem oxigenadas, o PH deve ser ligeiramente alcalino e encontrar-se entre 7,35 e 7,45.

Os valores seguintes estão numa escala de 1 a 14, onde 1 é o mais ácido e portanto o que mais perjudica a nossa saúde e 14 é o mais alcalina, e com maior benefício para a nossa saúde.

É de destacar que uma das principais funções do sangue é, precisamente, auto-regular-se para não ultrapassar o nível considerado neutral (7), mas não sempre é capaz, pela alta acidez impossível de “processar”.

Benefícios do PH equilibrado

Un PH equilibrado nos proporciona um sistema imunológico mais forte, mais energia e uma digestão ótima, além de nos ajudar a combater o excesso de peso. Mas, que alimentos são os que poderiam provocar a acidez?

Alimentos alcalinos e ácidos. Tome nota!

  • Alimento alcalino. São os que procedem da natureza e não foram manipulados industrialmente, frutos e legumes. A acidez dos alimentos não tem a ver com este conceito, por exemplo, um limão com em sabor ácido, mas ao ingerir o sumo de um limão, o corpo digere é o resultado é um nutriente alcalino.
  • Alimento acido. Os alimentos ácidos são as carnes, os alimentos processados, cozinhados, os açúcares e carbohidratos.

O consumo responsável de alimentos alcalinos e ácidos (proporção 80% – 20%) permite  é o processo digestivo se possa realizar de forma mais saudável, assimilando os nutrientes e eliminando os desperdícios ácidos gerados, que devem ser neutralizados ou expulsos.

Sintomas de uma dieta muito ácida

Algumas das consequências mais importantes para o organismo quando a sua dieta inclui mais alimentos ácidos dos recomendáveis acostumam ser:

  • Um baixo nível energético geral, lentidão em processos mentais ou dores de cabeça.
  • Fadiga e tensão muscular.
  • Dores de costas e dores musculares no geral são provocados por níveis baixos de cálcio.
  • Quanto mais avido seja o sistema de uma pessoa também pode causar irritabilidade, já que se perdem por electrólitos dos músculos e do sistema nervoso.

Ideias para elaborar o seu menu alcalino

  • Pequeno almoço: para iniciar o dia são recomendáveis os cereais em forma de flocos de aveia, frutos secos, sumos de legumes ou líquidos e as infusões.
  • Almoços: na refeição pode optar por sopa, arroz integral ou basmati, todo tipo de saladas cruas acompanhadas por legumes, verduras ao vapor ou peixe ao forno ou no churrasco (salmão, atum, robalo…)

Escolha o champô que o seu cabelo necessita

Cabelos secos, gordurosos, muito finos …? Escolha a marca e o produto adequado para o nosso cabelo passa por conhecer a formulação de cada produto

Vivemos rodeados de milhões de marcas cosméticas que nos oferecem um grande milagre para o nosso cabelo, mas, se pararmos para ler que ingredientes apresenta a sua formulação, seria mais fácil de fazer uma boa eleição.

Para conseguir um cabelo saudável, forte e belo, devemos saber escolher qual o produto mais adequado para nós.
O champô é um dos produtos mais utilizados na nossa rotina capilar e, embora a sua principal função é a limpeza, existem muitas formulações específicas para os diferentes tipos de cabelo.

O que deve conter um champô para ser eficaz?

 

  • Qualidade dos princípios ativos, uma vez que estes dependem dos melhores resultados.
  • Matéria prima natural e orgânica que cumpram as normas de certificação Cosmos Organic e, assim, assegurar-nos que estão livres de substâncias tóxicas e parabenos.
  • Livre de silicones, embora em aparência consigam fechar os espaços entre as camadas do cabelo e dão um aspeto liso, também fecham o folículo, impedindo que o coro cabeludo funcione corretamente e no longo prazo, produz comichão, caspa e dermatite.
  • PH neutro, que nos permite utilizá-lo diariamente, evitando desequilíbrios no couro cabeludo.
  • Ricos em óleos vegetais da primeira pressão em frio, óleos essenciais quimiotipados …

Diga-me o cabelo que tem e dir-lhe-ei o champô que necessita

 

Tipo de cabelo Princípio ativo recomendado
Seco e castigado Rosa Mosqueta
Fino e frágil Argán
Gorduroso, com caspa Árvore do chá
Quebradiço Oliva
Sensível Cânhamo

Cabelos secos e castigados: são aqueles sem luz, pontas abertas, tingidos… Necessitam princípios ativos regenerantes e reparadores que consigam hidratar e reparar. Champô que contenha Rosa Mosqueta seria uma solução muito efetiva e de efeito rápido.

Cabelos finos e frágeis: Normalmente, quebram com facilidade e necessitam de princípios ativos fortalecedores e revitalizantes. Produtos onde o Argan é o protagonista e nos fornecerá força para a fibra capilar.

Cabelos gordurosos com tendência a caspa: são cabelos que se sujam facilmente e que necessitam de princípios ativos purificantes, preventivos e descongestivos. Os mais eficazes são aqueles que apresentam na sua formulação óleo essencial de Árvore do Chá, pelo seu poder purificante e preventivo.

Cabelos quebradiços: frequentemente são vulneráveis a qualquer mudança e necessitam de cuidados especiais. Um grande aliado para este tipo de cabelo é o Oliva, que nos fornecerá hidratação e nutrição invejável.

Couro cabeludo sensível: é aquele inclinado para a descamação, por alteração da glândula sebácea. Necessita de produtos calmantes e sebo reguladores. Recomendámos formulações naturais que contenham Cânhamo, pelo seu efeito calmante e hidratante.

Dicas para lavar o cabelo

Opte por um produto Bio, o seu cabelo agradecerá, o seu cabelo merece-o

  1. Massajar suavemente, conseguiremos ativar a circulação sanguínea do couro cabeludo, desta maneira, melhoraremos a oxigenação e o fornecimento nutricional do bulbo capilar.
  2. Evitar a utilização de água muito quente. Acabar por lavar em água fria, para aumentar o brilho e melhorar a aparência.
  3. Não esfregar o cabelo com a toalha para secá-lo, é recomendável, envolve-lo numa toalha durante uns minutos para absorver o excesso de humidade.