Arquivo de etiquetas: óleos vegetais

Árvore do chá, a melhor arma contra os piolhos

Hoje falámos como prevenir os piolhos durante o regresso à escola, usando o óleo Árvore do chá. Proteja as crianças  da forma mais natural!

O regresso à escola está aí. Com as baterias carregadas, mochilas preparadas e ansiosos por voltar à rotina. Dizem que é melhor prevenir do que remediar, por isso vamos reforçar a nossa informação, antes da chegadas dos piolhos, como é de costume nesta época do ano.

Este indesejado inseto de 6 pernas, adere ao couro cabeludo e alimenta-se de pequenas quantidades de sangue, deixando os seus ovos, conhecidos como lêndeas. Por vezes é fácil confundir o seu diagnóstico. Os piolhos são muito pequenos e movem-se rapidamente, mas podemos ver as lêndeas, que se encontram na raiz do cabelo. O seu lugar preferido é atrás das orelhas e da nuca.

Piolho: Principais sintomas

  • Uma sensação de comichão na cabeça.
  • Coceira intensa. Se virmos a criança a coçar muito a cabeça, cuidado !
  • Possíveis feridas que são causadas pela sistemática coceira.
  • Dificuldade em dormir, porque os piolhos são ativos no escuro.

O couro cabeludo é afetado e, geralmente, a irritação é visível, por isso temos duas funções, cuidar a pele e remover definitivamente os piolhos.

Para isso vamos utilizar um remédio da Austrália; a Árvore do chá ( Melaleuca Alternifolia). Embora durante anos foi algo desconhecido, agora temos a sorte de poder contar com ele nos nossos armários de remédios e tirar proveito dos seus benefícios.

Vários estudos científicos suportam as propriedades de múltiplas moléculas que o compõem. É um óleo de amplo espectro, antibacteriano, antiviral, antifúngico, com atividades anti protozoárias … Assim, tendo em mãos um produto natural, porque escolher outra opção ?

Modo de uso da Árvore do chá

Preparação de um champô específico

No mercado podemos encontrar diferentes champôs neutros, com um PH ideal para as peles mais sensíveis e que nos permitem misturá-las com ativos liposolúveis como os óleos essenciais.

Utilizámos o champô com base na mistura e adicionámos o óleo essencial da Árvore do chá.

Podemos, também, adicionar outros óleos essenciais, também ativos na luta contra os piolhos e que melhoram o forte odor da Árvore do chá. Por exemplo, o óleo essencial de lavanda, que também tem propriedades suavizantes. Deste modo, podemos garantir que o champô é eficaz (muitos produtos que há no mercado não chegam ao 2 ou 3% de concentração, que é o mínimo para ser eficaz).

Pomada Letal

Colocámos em uma tigela:

  • Uma base de óleo vegetal ( amêndoa, avelãs ou neem , … )
  • Os seguintes óleos essenciais : Árvore do chá, alecrim, lavanda

Misturamos bem e aplicámos em todo o couro cabeludo. De seguida, colocar uma touca de banho e deixar atuar no mínimo durante uma hora.

Assim, conseguimos asfixiar os piolhos graças ao óleo vegetal e as propriedades dos princípios ativos. Ao mesmo tempo, graças à base de óleo vegetal hidrataremos o couro cabeludo irritado.

Devemos lembrar que o piolho é atraído pelo cheiro humano, daí muitos dos produtos anti piolhos são perfumados, para mantê-los longe, uma vez que eles não gostam de perfume.

Spray pulverizador

Podemos criar um spray pulverizador com água, óleo da árvore do chá e um emulsionante vegetal (para que seja possível a mistura do óleo com a água). Assim, podemos pulverizar a cabeça da criança antes desta sair de casa. Pode ser utilizado de forma preventiva como realizada após a extração dos piolhos. No segundo caso, recomendámos pulverizar diretamente até que os piolhos desapareçam por completo.

Outra opção preventiva e eficaz é colocar algumas gotas diretamente atrás das orelhas. Desta forma, colocámos uma barreira à aproximação dos piolhos.

Conselhos para combater os piolhos

  • Informe-se bem, existem falsos mitos.
  • Utilize um pente de dentes finos metálico
  • Avisar na escola para que os outros pais estejam preparados, é importante perante a propagação.
  • Não compartilhar fitas de cabelo, travessões, gorros, etc
  • Pentear com o cabelo húmido para uma mais fácil extração
  • Ver a cabeça de todos os que vivem em casa.

E sobre tudo, quando se tem animais, lembre-se que tanto os cães como os gatos não são infetados por piolhos, pelo que não são um foco de infeção. Os piolhos são atraídos unicamente pelo odor humano. Assim, podemos continuar a apreciar os nossos amigos peludos.

Boa Sorte e ao ataque !!

O que é a fito-aromaterapia cosmética

A fito-aromaterapia junta os benefícios das propriedades dos extratos das plantas, os óleos vegetais e os óleos essenciais

Redescobrir a natureza, buscar constantemente a pureza, extrair das plantas todas as propriedades que nos fornecem saúde ai nosso organismo… Despedirmos dos parabenos, óleos minerais, silicones, derivados dos plásticos… Isto é, voltar ao essencial, ao que somos, e aproveitar da mão terra todos os componentes que nos oferece sabiamente para a nossa saúde e bem-estar. Todo isto graças à fito-aromaterapia cosmética.

Em Drasanvi, sempre destacamos os benefícios que nos fornecem para a pele, os princípios ativos derivados da natureza. Dando protagonismo ao uso de óleos vegetais e extratos cujas propriedades nos fazem ter uma pele bela, saudável e cuidada. Todavia, queremos ir ainda mais além, juntando uma “pérola” mais a esta mistura, o óleo essencial. Assim, esta soma dá como resultado a fito-aromaterapia cosmética.

O que é a fito-aromaterapia cosmética?

A fito-aromaterapia é a sinergia de extratos, óleos vegetais e óleos essenciais orgânicos, em diferentes formulações cosméticas e de produtos de higiene (champôs, geles, loções corporais, creme facial, etc.). Ao somar as propriedades de tão maravilhosos e efetivos princípios ativos, conseguiremos uma joia para todos os nossos sentidos, não só para a pele, mas também para todo o nosso organismo. Podemos falar de muito mais que um cosmético natural.
Mas, lembre-se de que devemos saber que tipo de pele temos, para poder usar o produto que mais se adapte às nossas necessidades.

O que é um óleo essencial?

Um óleo essencial é um extrato líquido obtido por destilação ou outros métodos, da parte ou partes das plantas ou árvores aromáticas, onde se encontram as glândulas secretoras. Simplificando, trata-se da essência destilada das plantas aromáticas.

Estas “pérolas” estão compostas por diferentes moléculas, que nos fornecem um amplo leque de propriedades. É importante que o óleo essencial seja quimiotipado, que é uma forma de classifica-lo química, biológica e botanicamente, e assim conhecer a molécula com maior presença ou destaque entre todas, dando-nos a segurança de defini-lo de forma clara e assim usar as suas propriedades segundo a necessidade da nossa pele. Ainda, não devemos esquecer que possuem uma influencia positiva sobre o nosso estado de animo, as nossas emoções… com só cheirar podemos relaxar, ativar-nos ou recuperar o nosso sorriso…

Os óleos essenciais orgânicos ajudam ao corpo e a mente a recuperar uma sensação de bem-estar e harmonia. Não devemos esquecer que a pele e o cérebro estão relacionados intimamente por meio de neurotransmissores e tudo o que nos acontece, afeta a pele de forma direta.

O óleo essencial tem a capacidade, pelo seu pequeno peso molecular, de transpassar a barreira da pele e trabalhar nas camadas mais profundas, onde outros princípios ativos não conseguem chegar.

Assim, convido-te a testar a fito-aromaterapia cosmética. De certeza que a tua pele e os teus sentidos agradecerão esta benéfica sinergia.

Bibliografia

  • Gattefosse RM: Gattefosse’s Aromatherapy. Essex, England:CW Daniel, 1993
  • K.P. Svoboda, S.G. Deans, Biological activities of essential oils from selected aromatic plants, Acta Hort, 390 (1995), pp. 203–209
  • The encyclopedia of aromatherapy, Healing Arts Press, Rochester (1996)
  • Valnet J: The Practice of Aromatherapy: A Classic Compendium of Plant Medicines & Their Healing Properties. Rochester, NY: Healing Arts Press, 1990
  • Wildwood C: The Encyclopedia of Aromatherapy. Rochester, Vt: Healing Arts Press, 1996
  • Ziosi, S. Manfredini, S. Vertuani, V. Ruscetta, M. Radice, G. Sacchetti, Evaluating essential oils in cosmetics: antioxidant capacity and functionality, Cosmet Toilet, 125 (2010), pp. 32–40