Arquivo de etiquetas: frio

Quatro conselhos para aumentar as suas defesas contra o frio

O mais indicado é tomar medidas através de alimentos, exercícios físicos, relaxamento e plantas naturais, como equinácea ou alho preto.

Frio, chuva, neve, …? Na verdade, estamos preparados para enfrentar essas mudanças drásticas? E os mais pequenos da casa?

Estamos no momento certo para nossas defesas caírem em queda livre. Embora tenhamos um sistema imunológico complexo que nos protege de bactérias, vírus e parasitas com os quais estamos em contacto diário, se negligenciarmos a nossa saúde, poderemos enfraquecê-lo.

Portanto, é aconselhável que prestemos mais atenção à prevenção e que proporcionemos saúde extra às nossas rotinas, a fim de evitar ficar doente ou, se for o caso, acelerar o processo de recuperação.

Como podemos aumentar as defesas?

Para nos proteger contra a redução de defesas, é melhor tomar medidas através da nossa dieta, exercício físico, relaxamento ou descanso e plantas naturais.

  1. Alimentação saudável: Uma dieta rica em frutas e verduras, fonte de vitaminas e minerais, ajudaria a fortalecer as nossas defesas sobretudo pelo seu conteúdo em Vitamina C. Esta vitamina é um excelente tónico, estimulante das funções imunitárias e das defesas do nosso organismo.

Dentro dos alimentos, podemos destacar alguns como:

  • Geleia Real: o alimento da abelha rainha é um concentrado nutritivo e energético à base de vitaminas B, C, A, E, minerais (ferro, potássio, fósforo, …), aminoácidos e ácidos gordos essenciais. É um alimento revitalizante, ideal para fortalecer as defesas e que combate e previne as infeções.
  • Própolis: É uma substância resinosa que as abelhas coletam das árvores para endurecer as paredes da colmeia e protegê-las dos germes. É encontrado em pequenas quantidades no mel, contém flavonoides (com atividade antioxidante), previne infeções e é ideal para as vias respiratórias devido ao seu poder antigripal.
  • Ginseng: capaz de estimular o humor e a concentração, ao mesmo tempo que melhora a resistência ao stress e à fadiga, tanto psíquica como física. Não em vão, tem sido muito utilizado desde a antiguidade pela Medicina Tradicional Chinesa, onde é conhecido como ren shen.
  1. Pratique exercício físico: O exercício moderado ajuda-nos a permanecer ativos e ágeis. Andar a pé, andar de bicicleta, nadar, correr, etc, melhora as nossas defesas e também pode reduzir os dias de doença. Além disso, o exercício ajuda-nos a combater o stress, uma doença em que as nossas defesas tendem a enfraquecer.
  2. Descanso: Devemos dormir as horas recomendadas, aproveitando a luz natural, para poder descansar, recuperar energia e ter defesas mais fortes.
  3. O poder das plantas naturais: Eles podem ser os nossos grandes aliados neste outono e inverno se soubermos escolher o caminho certo. Devido à sua função imunológica, destacam-se:
  • Reishi e Shiitake: São dois cogumelos utilizados desde a antiguidade que se encontram principalmente na Ásia, ricos em princípios ativos entre os quais destacamos os beta-glucanos. Estes alimentam a fração probiótica da nossa mucosa intestinal e estimulam diretamente as nossas defesas. O reishi e o shiitake também têm funções anti-inflamatórias, para recuperar os músculos exaustos e retardar o envelhecimento dos órgãos.
  • Tomilho: O Tomilho contém felinos, compostos que conferem a esta planta uma infinidade de propriedades: antibacteriana, antiviral, expetorante, antisséptica, mucolítica, antifúngica, antitússica e anti-inflamatória, entre outras.
  • Echinacea: É utilizado no tratamento do resfriado comum. É recomendado tanto no tratamento como na prevenção de infeções do trato respiratório superior. Os seus princípios ativos aumentam o número de glóbulos brancos e favorecem a síntese de interferon (uma molécula essencial na atividade imunológica). Também pode ser usado em casos de stress ou fadiga física e mental, pois nessas condições o sistema imunológico enfraquece.
  • Alho preto: É obtido a partir da fermentação do alho comum através de um processo lento e tem propriedades medicinais mais eficazes que as do alho branco. Devido ao Aliina, o principal componente, protege-nos de bactérias e vírus, ajudando o sistema imunitário do nosso organismo, entre outras propriedades.

10 chaves para proteger a sua pele do frio

Agora sim, está frio, um dos maiores inimigos para a tua pele. Proteja e evite a sua desidratação, irritação ou vermelhão com estes conselhos.

Desde pequena, ouvia a minha mãe a dizer a frase mítica: “É um resfriado que descasca”, mas alguns anos mais tarde, quando entendi o seu significado literalmente quando vi os danos causados pelo frio na minha pele.

A redução das temperaturas torna-se um inimigo da pele, mas as mais propensas a sofrer as consequências, são as peles mais secas, sensíveis, finas e claras. Agravando-se em pessoas com problemas circulatórios.

O frio provoca a vasoconstrição dos capilares, diminuindo o fornecimento de oxigénio e nutrientes a outras células e atrasando a renovação celular. Isso causa um conjunto de células mortas que nos fazem ter uma pele visivelmente opaca, apagada e sem brilho.

Assim como estamos cientes de cuidar da pele no verão, não estamos muito no inverno. Devemos perceber que, com o frio, bebemos menos água e diminuímos a película protetora da pele devido a fatores externos como o vento, o aquecimento ou mudanças súbitas na temperatura. Isso causa desidratação, irritação, descamação, falta de brilho, vermelhidão …

Diante do enfraquecimento dos capilares, é necessário mais cuidado e reforçar a imunidade da pele. A barreira protetora do estrato córneo deve ser recuperada.

Os 10 conselhos para proteger a sua pele do frío

  1. Manter uma dieta equilibrada.
  2. Evitar o tabaco.
  3. Não salte a rotina diária imprescindível (limpar, hidratar, nutrir, proteger), pelo menos duas vezes por dia. Reforçar com suplementos orais, como colagénio, antioxidantes
  4. Usar diariamente protetor solar. As radiações solares provocam na pele danos irreparáveis e, mesmo que seja inverno, eles alcançam-nos.
  5. Fortalecer os vasos capilares, com ingredientes que são anti-inflamatórios naturais, como o oleato de calêndula.
  6. Massajar com umas gotas de algum óleo vegetal antes de aplicar o creme de tratamento (melhor se for primeira pressão, virgem e biológica), pois são ricos em glicerídeos, Vitamina E e ácidos gordos, ativos muito benéficos para a pele.
  7. Evitar usar sabões perfumados.
  8. Não abusar dos banhos quentes, que são prejudiciais para a circulação.
  9. Não se esqueça da hidratação das mãos, para evitar possíveis rachaduras. Depois de aplicar o creme com uma massagem suave, coloque as luvas de lã.
  10. A pele dos lábios é uma das mais sensíveis. Utilize produtos reparadores, embora saiba que é difícil porque é feito por inércia, tente não os humedecer com saliva, pois provoca mais irritação.

Embora, sem dúvida, sorrir é a melhor opção 🙂