Arquivo de etiquetas: fibras

O que são cetonas de framboesa?

Os seus ingredientes ativos são termogénicos, por isso ajudam a elevar a temperatura corporal, alterando o metabolismo e favorecendo a eliminação de gorduras.

As cetonas de framboesa, conhecidas em inglês como raspberry ketone, é um suplemento alimentar que facilita a eliminação de gorduras, acelerando o metabolismo.

Este produto veio revolucionar a uns anos atrás o setor dietético, precisamente pelos bons resultados que proporcionou aos consumidores, graças aos seus ingredientes ativos. Foi o famoso Dr. Mehmet Oz (Dr. Oz) que começou a divulgar os seus benefícios no seu programa de televisão.

 Mas, como é composto? Quais as suas propriedades? Como funcionam?

Vamos aproveitar este post para rever algumas das peculiaridades que envolvem este produto – que podem ser obtidas em ervanárias, farmácias, parafarmácias, centros dietéticos … –
As cetonas são fabricadas com um extrato de framboesa em sua forma pura que, muitas vezes, complementadas com outros ingredientes como Manga Africana, L-Carnitina, Chá Verde ou Guaraná, Açaí, entre outros, para tornar o seu resultado mais eficaz e ajudar a eliminar toxinas prejudiciais ao corpo.
Estes ingredientes ativos promovem uma eliminação de gordura muito importante no corpo, porque eles são termogénicos ativos. Com eles, a temperatura sobe e altera o metabolismo basal. Ao necessitar de mais energia, o corpo obtém-no das reservas de gordura, fazendo com que percam quilos de forma mais visível.

 Eliminam a ansiedade?

Outra das características que as cetonas de framboesa aparentemente têm é que, ao metabolizar as gorduras, o corpo bloqueia a vontade de comer ou a chamada ansiedade.

Benefícios das cetonas de framboesa

Para entender melhor as propriedades do extrato de framboesa, vamos destacar algumas das características deste fruto:

  • Em sua seção nutricional, as framboesas são muito ricas em fibras e vitamina C, fornecendo também uma quantidade muito baixa de calorias. Por sua vez, tem uma forte presença de minerais como potássio, magnésio ou cálcio.
  • Sendo uma fruta com alto teor de fibra, as framboesas costumam ser maravilhosas para problemas de constipação e todos os tipos de distúrbios relacionados ao trânsito intestinal em geral.
  • Talvez outro dos incentivos máximos para consumir framboesas é o seu excelente poder antioxidante, tanto pelo seu alto teor de vitamina C como pelos seus flavonoides. Isto tem um efeito positivo em vários aspetos do organismo, desde a capacidade antienvelhecimento até ao sistema circulatório.

Conselhos para melhorar as defesas das crianças

A nossa nova colaboradora Pricila Farias, explica-nos que nutrientes devemos incorporar à dieta dos mais pequenitos, para reforçar o sistema imunitário e as defesas.

Com a chegada do outono, as temperaturas descem o sistema imunitário e as defesas das crianças enfraquecen. Por isso, é recomendável adotar algumas medidas preventivas para que os mais pequenos se mantenham saudáveis e sejam menos suscetíveis de sofrer dolências na estação mais fria do ano.

A prevenção contra doenças inclui hábitos sociais, higiénicos e alimentares. Falaremos nas orientações nutricionais que nos ajudarão a reforçar o sistema imunitário das crianças.

HÁBITOS NUTRICIONAIS QUE AJUDAM AO NOSSO SISTEMA IMUNITÁRIO

  • Substituir o leite de vaca por leite de cabra ou ovelha. Os lácteos de caprinos contêm gorduras saturadas (caprílico, caproico), que são benéficos para a saúde, reforçando o sistema imunitário, assim como as suas caseínas são menos alergénicas.
  • Acrescentar óleo de coco em alguma preparação diária. Por exemplo: barrar uma sande, preparar peixe ou frango, acrescentar na preparação de bolos caseiros, etc… O óleo de coco contém ácido láurico, uma gordura saturada muito benéfica que está contida no leite materno, aumentando as defesas do organismo.
  • Incluir shiitake em pó em sopas e molhos. O shiitake é um cogumelo muito rico em vitamina D, que aumenta a imunidade entre muitos outros benefícios.
  • Fazer uso de um probiótico, as estirpes de lactobacilos são benéficas para promover uma resposta imunitária favorável. Uma boa alternativa é utilizar o kefir.
  • Incluir pré-bióticos na alimentação da criança. São fibras não digeridas contidas nos alimentos que nos ajudam a que cresça uma flora bacteriana intestinal saudável, combatendo possíveis bactérias daninhas que podem instalar-se no nosso organismo. Exemplo: alho, cebola, alho porro, bananas, espargos, aveia, legumes, alcachofra, chicória, etc…
  • Acrescentar preparações com ovos orgânicos de 3 a 4 vezes por semana. Ricos em proteínas de ótima assimilação, são fonte de vitaminas A, D, E, e também livres de transgénicos e medicamentos.
  • Fazer uso de Geleia Real e Própolis (para crianças a partir dos 3 anos), vitamina C procedentes de frutos cítricos (laranja, toranja, lima, kiwi, acerola) e de legumes verdes escuros crus. O processo de cozedura destrói a vitamina C dos alimentos.

Além destes conselhos para incorporar à nossa dieta, lembrem-se que também existem concentrados líquidos de extratos vegetais formulados especialmente para crianças, que além de ser simples de tomar, incluem oligoelementos, vitaminas e extratos vegetais de plantas como acerola, equinácea, beterraba branca, astrágalo e reishi. Trata-se de uma sinergia de ingredientes que contribuem para o normal funcionamento do sistema imunitário da criança.