Arquivo de etiquetas: dietas detox

O que é o CLA e como nos ajuda a controlar o peso?

O CLA contribui para a redução dos depósitos de gordura abdominal, aumentando a queima de gordura e inibindo a produção de gordura pelo organismo

O ácido linoléico conjugado CLA (Conjugated Linolenic Acid pelas suas iniciais em inglés) é uma variante do ácido linoleico, uma gordura Omega-6, muito importante para a saúde humana.

A palavra “conjugado” tem a ver com a forma na qual se colocam os enlaces duplos na molécula de gordura e este pequeno detalhe pode marcar uma diferença enorme na hora de promover efeitos benéficos ao organismo.

Grande parte das pessoas já incorporam algum CLA na sua alimentação através de carne de animais ruminantes, como a vaca ou ovelha, e de produtos lácteos.

O conteúdo de CLA é de entre 300 e 500 % mais elevado na carne e lácteos de vitelas que são alimentadas com erva, em comparação com as que são alimentadas com grão (1). Isto se traduz numa diminuição de aproximadamente o 75 % de CLA nestes animais.

Assim, o consumo de CLA por meio da dieta é muito baixo e se encontra aproximadamente em 151 mg em mulheres, e 212 em homens (2).

No entanto, de acordo com alguns estudos, para obter os efeitos benéficos desta gordura é necessário um consumo de aproximadamente 3 gramas de CLA por dia (3), o que se pode conseguir complementando a alimentação com a ajuda de algum suplemento alimentar enriquecido com CLA.

 

Por ser uma gordura, ao suplementar a dieta com CLA, deve tomar-se antes das refeições ou entre horas, com o estômago vazio, pois o conteúdo em fibras dos alimentos pode diminuir a sua absorção intestinal.

EFEITOS NUTRICIONAIS E NA SAÚDE DERIVADOS DO CONSUMO DE CLA

  1. Melhoria no sistema imunitário
  2. Efeitos antioxidantes, prevenindo radicais livres
  3. Efeitos sobre a composição corporal (reduz os depósitos de gordura abdominal, aumentando a queima de gordura e inibindo a produção de gordura pelo organismo) (4)
  4. Diminuição dos níveis plasmáticos de colesterol (5)

 

PORQUE O CLA MELHORA A COMPOSIÇÃO CORPORAL?

O CLA bloqueia o transporte das gorduras até os adipocitos (células de gordura). Isto deve-se a que o CLA inibe a função da enzima LPL (lipoprotein lipasa) e ao mesmo tempo favorece a lipolise (destruição da gordura).

Por outro lado, ajuda a aumentar o transporte de gordura até a mitocondria celular (orgão da célula encarregue da respiração celular e produção de energia) para ser transformado em energia.

Claro que, como acontece com qualquer suplemento, é fundamental ter bons hábitos de vida para manter os resultados a longo prazo do CLA. A suplementação com ácido linoleico conjugado, para a perda de gordura, atúa potenciando no curto prazo os efeitos de uma dieta equilibrada, aliada à prática regular de atividade física.

Bibliografía:

  1. http://www.lrrd.cipav.org.co/lrrd20/4/corra20059.htm
  2. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11340114
  3. http://www.sccalp.org/documents/0000/0489/BolPediatr2007_47_supl1_013-017.pdf
  4. http://scielo.isciii.es/scielo.php?pid=S0212- 16112009000400005&script=sci_arttext
  5. https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?pid=s0717-75182002000200004&script=sci_arttext#26

Cinco objetivos saudáveis para um grande 2018

Quantas vezes já repetiu “ano novo, vida nova” agora que chegámos a 2018? Melhora a túa alimentaçao con cinco objetivos saudáveis

Em janeiro, enfrentámos novos desafios pessoais e profissionais, mas acima de tudo, saudáveis. A ideia de melhorar as nossas rotinas de vida torna-se uma obsessão depois da passagem de ano, embora, infelizmente, nem sempre conseguimos o que pretendemos fazer.

É verdade que as estatísticas revelam que grande parte dessas boas intenções são deixadas para trás e apenas metade de nos mantemos os nossos objetivos depois de seis meses. Mas este ano vamos marcar a diferença com esses 5 objetivos que nos ajudarão a melhorar e promover o nosso bem-estar de forma simples e progressiva.

Tenha em mente que os nossos objetivos devem ser realistas para não se frustrar e desistir no primeiro momento da mudança.

  1. Melhorar a dieta

Não se trata de mudar a alimentação de forma radical, mas de melhorá-la e de incluir ou eliminar certos alimentos.

Tente fazer 5 refeições por dia sem saltar nenhuma. O pequeno-almoço, por exemplo, é essencial. Não será suficiente com um café ou um copo de sumo, especialmente se o nosso trabalho nos impedir de lanchar a meio da manhã. Se você pensa em perder peso deve começar o dia de forma nutritiva para ter a energia necessária e não chegar a refeição com mais fome do que o normal. Lembre-se que, no mínimo, o pequeno-almoço deve incluir um lácteo (ou derivado), frutas e carboidratos.

No entanto, tente novas receitas com frutas e vegetais. Se os vegetais não são o seu forte, opte por incluí-los nos seus pratos graças aos Superalimentos, que apresentam o produto em pó sem perder nenhuma das propriedades e benefícios.

Também pode começar esta alimentação saudável através de smoothies, fáceis de tomar a qualquer hora do dia e uma opção muito completa e carregada de antioxidantes, minerais e vitaminas.

Uma grande “poção” para enfrentar os excessos do Natal!

Ah! E beba mais água, mas sem se esquecer. Entre 1,5 e 2 litros por dia.

  1. O exercício é obrigatório

Com exercício não queremos dizer unicamente ginásio. Existem outras alternativas que não requerem pagar uma mensalidade sem aproveitar o suficiente do investimento.

Se você é novo nesta atividade física comece com caminhadas. Considere caminhar mais a cada dia, deixando o carro estacionado para ir para o trabalho ou descer algumas ruas antes de voltar para casa. Suba e desça as escadas e planeie atividades ao ar live como caminhadas ou ciclismo para o seu tempo livre.

  1. Cuidado exterior

Falámos sempre em melhorar a nossa alimentação, mas o cuidado da nossa pele é fundamental para nos sentirmos bem. O exterior é a nossa principal proteção e o seu estado tem um impacto direto no organismo. Portanto, é fundamental que utilize proteção durante todo o ano, embora no inverno não precise de ser tão alta como no verão (exceto se for à neve).

Também deve hidratar a pele de dia e de noite, especialmente durante os meses mais frios para evitar secura e eczema.

No caso das mulheres, é essencial monitorar as rotinas faciais quando tirámos a maquiagem. Não o fazer ou fazer mal pode provocar consequências importantes, como ocorre com o uso de cosméticos com substâncias tóxicas.  Comece o ano apostando na cosmética ecológica, elaborada à base de extratos vegetais e sem parabenos.

  1. Dormir o suficiente

Geralmente, não damos ao descanso a importância que merece. Para evitar o inicio do ano acumulado de cansaço, adote uma medida muito simples: tente deitar-se, todos os dias, 5 minutos antes do que costuma, para o seu corpo se habituar e enfrentar o desafio de dormir, entre 7 e 8 horas por dia.

Lembre-se que a falta de sono tem um efeito negativo na nossa saúde. Claro, nunca vá para a cama imediatamente após o jantar e, é claro, evite a ingestão abundante de carboidratos e açúcar.

Mantenha a temperatura ambiente entre 17 a 20 graus e ventile o quarto diariamente para melhorar a oxigenação. Por outro lado, é aconselhável que atividades como ler ou ver televisão sejam feitas fora da cama.

  1. Menos stress e mais organização

Aproveite os ingredientes naturais que podem fornecer uma energia extra ao seu dia a dia de forma saudável, como Geleia Real, Ginseng, Guaraná ou Coenzima Q10.

Se o stress se tornar crónico, aumentará o risco de sofrer de insónia, depressão, obesidade ou doença cardíaca. Longas horas de trabalho, falta de sono, falta de exercício ou uma má alimentação não tardará a afetar a nossa saúde.

Para fazer isso, pegue numa agenda e comece a organizar os seus “deveres” para o novo ano. As listas podem ser um grande aliado em muitos aspetos da nossa vida. Isso ajudará na hora de fazer as compras para não preencher o carrinho com produtos que não deve incluir na sua dieta, para executar as suas tarefas domésticas sem adiá-las por muito tempo ou planear os seus menus semanais.

E, depois de ler isto, você atreve-se a melhorar o novo ano?

 

 

 

 

 

 

Os Smoothies saudáveis que refrescam a tua dieta de verão

Combina os alimentos que mais te beneficiam para degustar os smoothies saudáveis que trazem um toque natural a tua vida.

É uma realidade. Cada vez são mais as pessoas que decidem levar uma vida saudável. Com o passar dos anos, começamos a dar muita mais importância aos alimentos que consumimos diariamente, às suas propriedades e aos seus benefícios para o nosso organismo.

Porém esta tendência, sobre tudo, aumenta no verão, quando o nosso objetivo, além de comer bem, é estar hidratados e que o nosso corpo não se converta numa vitima das mudanças de horário, dos pequenos excessos de ferias ou da incapacidade de ter uma regularidade na alimentação.

Mas, como ingerir a quantidade de frutas e verduras recomendadas se estamos grande parte do dia fora de casa? O que fazer para evitar ganho peso durante as ferias? E para desintoxicar o meu organismo depois de grandes celebrações?

Não te preocupes, desde o nosso blog damos-te uma alternativa muito saudável para poderes comer o que deves de uma maneira fácil e rápida: Smoothies saudáveis de verão. Uma bebida refrescante que poderás fazer em tua casa e levar para onde quiseres.

Toma nota sobre os produtos que mais beneficiam o teu organismo e como toma-los.

Se o que queres é depurar o teu organismo…

Smoothies Detox: é uma bebida baixa em calorias, que fornecem grande energia graças a sua fonte de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes. São os melhores aliados nas dietas de emagrecimento, além de serem batidos depurativos. Normalmente apresentam uma cor verde e representam um método altamente eficaz de consumir entre 3 a 5 porções de frutas e verduras diariamente.

As combinações dos alimentos “detox” podem ser muito variadas. Conhece as propriedades dos mais conhecidos e mistura-os a teu gosto.

  • Alcachofra: melhora a função hepática, é diurética, ajuda a expulsar gorduras através da bílis e combate de forma eficaz a constipação.
  • Cardo Mariano: melhora a função hepática e estimula a regeneração das células, é recomendável para diabéticos e para o combate da hipertensão.
  • Chá Verde: potente antioxidante, ligeiramente estimulante, recomendado em dietas de emagrecimento, diurético, e melhora o aparelho circulatório.
  • Limão: potente antioxidante rico em vitamina C, diurético, protetor do aparelho digestivo e recomendado em dietas para baixar peso.
  • Maça: potente efeito saciam-te, uma importante fonte de fibra, minerais e vitaminas, antiácido natural para o estomago, regulador intestinal e depurativo.

Proposta

Bata um ramo de aipo, um pepino pequeno, um monte de espinafres frescos, uma maçã verde, alguma salsa, o sumo de um limão e uma colher de chá de gengibre ralado. Se quer levar para o trabalho ou para a praia junte leite ou iogurte líquido. Se vai consumir no momento junte gelo picado. Perfeito para tomar pela manhã pois ajuda a oxigenar o sangue e é bom para o transito intestinal.

Contra os quilos a mais…

Smoothies para controlar o peso: são bebidas nutritivas, baixas em gordura e adequadas para a redução de peso porque ajuda a evitar o desejo de doces e fornecem vitaminas necessárias para a energia muscular.

  • Uva Vermelha: ajuda a reduzir o peso, potente efeito antioxidante e grande capacidade depurativa.
  • Chá Vermelho: ajuda nas dietas de emagrecimento, alto poder depurativo, melhora a função intestinal e recomendado para pessoas com hipercolesterolemia.
  • Laranja sangue ou vermelha: ajuda a controlar os níveis de colesterol e têm um grande conteúdo de antioxidantes.
  • Maçã: como comentamos anteriormente, pelo seu efeito saciam-te.

Proposta

Misture uma taça de manga cortada em cubos, uma taça de sumo de cenoura e outra de morango ou uvas. Por ultimo, junte 1/3 de pimento vermelho picado, que concederá à bebida um sabor sugestivo, não tenha medo. Siga o mesmo procedimento acima. De acordo com o momento de consumo junte gelo ou leite.

Os Superalimentos, a alternativa para viver melhor

Na composição dos Superalimentos estão presentes, de forma natural, grandes quantidades de vitaminas, minerais e aminoácidos essenciais.

A palavra Super, e um prefixo de origem latina, que entre outros significados, traduz-se por superioridade ou excelencia. Desta forma encontramos palavras como superdotado, superpotencia ou super-homem.

Nos últimos anos, este prefixo também apareceu no mundo da alimentação, aparecendo um nome novo para nos, os “Superalimentos”. Ainda sendo um nome relativamente recente, o termo ja foi assimilado por muitos setores da população, porque na verdade… A saude e o bem-estar sao muito importantes!

O que são os Superalimentos?

Os Superalimentos sao alimentos de origem vegetal com excelentes qualidades nutricionais. Na sua composição estão presentes, de forma natural, grandes quantidades de vitaminas, minerais e aminoácidos essenciais. Também acostumam ser ricos em proteínas ou fibras. Este aporte natural e suas qualidades deram-lhe popularidade e representabilidade na nossa alimentação. Acostumam ser consumidos por vegans e vegetarianos, pessoas com carencias nutricionais ou requerimentos especiais, e todos aqueles que procuram novos sabores e novas ideias.

Procedência ecológica

Os Superalimentos juntam distintos alimentos, alguns deles de uso diario, como os brócolos, e muitos outros que chegam de mais longe e ate desconhecidos, como a maca ou o açúcar de coco.

Efectivamente, para se beneficiar destas propriedades, e importante ter em conta a qualidade e a procedência ecológica dos mesmos, assim como o modo de extração.

Sobre a sua procedencia, e importante escolher que seja ecológica – verifique que leve o selo Bio da União Europeia. Desta forma, garantimos a sua qualidade, e que esteja livre de outras substancias, alem de nos garantir que o modo de recolecao e extração foi respeitoso com o meio ambiente.

O sistema de obtenção também e muito importante para conquistar todas as propriedades dos superalimentos, tal como sao encontrados na natureza. Recomenda-se rever que a etiqueta inclui palavras como cru ou raw, assim garantimos que o alimento foi obtido do alimento em cru e nao foi submetido a nenhum tratamento de calor, conservando, assim, todas as propriedades dos mesmo e evitando a degradação de substâncias sensíveis a temperatura, como as vitaminas. Para entender a questão usaremos os Brócolos como exemplo. Os brocolos sao legumes conhecidos pela sua riqueza em glucosinatos, interessantes pela sua capacidade antioxidante, as quais se destroem, em parte, após o processo de cozedura.

Como podem ser tomados?

A forma de tomá-los e diversa e variada, podendo ser preparados da forma que mais se adapta aos gostos ou resultados; tomado diretamente com agua, em forma de batido ou smoothie ou elaborando as mais diversas receitas, boas, diferentes e acima de tudo, saudaveis.

Mas se quer ampliar essa informação, a seguir facilitamos diversas informações que podem ajudá-lo a entender melhor os beneficios dos Superalimentos e fazer umas deliciosas receitas com eles.

Bibliografía

  • ‘Superalimentos: El poder curativo de los nutrientes esenciales’. De  Varda Fiszbein y editado por Obelisco Ediciones.
  • ‘Superalimentos: Para vivir más y mejor’. De RBA con más de 100 recetas saludables
  • ‘Superalimentos. 66 recetas nutritivas’, de Lunwerg
  • ‘Come bien y vive más y mejor’, del doctor Antonio Escribano y editado por Espasa 2016.

5 plantas detox para recuperar-nos dos excessos

Recomendamos uma seleção de plantas naturais com ação depurativa, ideal para limpar toxinas do organismo e recuperar o funcionamento normal do fígado após vários dias de excessos.

Acabou o natal, é isso significa que acabamos de passar por dias muito intensos de grandes almoços, importantes jantaradas e muitas “degustações” de doces.

Nestes dias de festa, certamente o mais importante foi estar com a família, os amigos e desfrutar das tradições gastronómicas de cada casa. E é verdade que acostumamos não prestar a atenção devida ao equilíbrio dos nutrientes, abusando de gorduras, proteínas, açúcares, sal e álcool. Todo isso implica:

  • Aumento da tensão arterial
  • Elevação dos níveis de colesterol
  • Acumulação de toxinas
  • Sensação de inchaço, enfartamento e digestões lentas
  • Notar a pele menos brilhante
  • E até é possível que alguma roupa comece a ficar mais justa.

Com estes excessos o que provocamos é forçar um órgão muito valioso para o nosso corpo, o fígado. Trata-se de um dos órgãos mais volumosos do nosso organismo e realiza funções de grande importância. Assim, não só tem um papel fundamental no metabolismo das toxinas que procedem do exterior ou de agentes terapêuticos, como é imprescindível na regulação e metabolismo de gorduras, carboidratos e proteínas.

5 depurativos naturais

Boldo

O Boldo é uma espécie originária do Chile, embora também pode encontrar-se no Ecuador, Argentina, Bolivia e Peru. Trata-se de um arbusto do qual são usadas as suas folhas perenes de cor verde acinzentado, com os bordes ligeiramente enrolados para a face interna. Até hoje, o composto mais estudado é a boldina, pela qual obtém as suas propriedades antioxidantes, hepatoprotetoras. Ainda, ajudaria a melhorar as digestões graças a sua ativi
El boldo es una especie originaria de Chile, aunque también se puede encontrar en Ecuador, Argentina, Bolivia y Perúe colerética (aumenta a produção da bílis).

Dente de leão

O dente de leão é uma planta perene de até 40 cm de altura, cuja raiz suporta a flor sem folhas. A Agência Europeia do Medicamento (EMA) aprova o seu uso tradicional para aliviar os transtornos digestivos leves, como a sensação de enfartamento, flatulência e digestões lentas.

Cardo Mariano

O Cardo Mariano, Silybum marianum, é um cardo de 35 a 125 cm de altura com folhas alternas, flor de cor roxa e frutos pequenos, pretos e rugosos. Habitualmente são usados extratos estandardizados do fruto, que contêm diversos flavanolignanos que foram isolados e denominados como silimarina, à qual devem grande parte das suas propriedades, como a atividade antihepatotóxica e a sua ação antioxidante.

Desmodium

O Desmodium adscendens cresce principalmente em regiões de Africa ecuatorial, em locais húmidos ou ao pé das palmeiras oleosas. Na sua composição podemos encontrar minerais como o silício, cálcio, potássio, magnésio, ferro, sódio, manganês, zinco e cobre. É uma planta à qual popularmente atribui-se efeito hepatoprotetor, colagogo, colerético, digestivo e depurativo.

Alcachofra

Não podíamos esquecer a Alcachofra, planta à qual foram-lhe atribuídas propriedades tais como digestivas (porque estimula a produção da bílis), hipocolesterolemiantes e hipotrigliceremiantes e hepatoprotetoras pela sua ação antioxidante. Ações que deve a um dos seus principais componentes, a cinarina.

Todas estas plantas depurativas estão presentes de forma individual ou combinada em diferentes suplementos alimentares, cuja dosagem estandardizada contribui a manter a função hepática normal do nosso fígado, que pode ajudar-nos a:

  • Regular os níveis de colesterol e triglicéridos
  • Melhorar as digestões
  • Controlar a tensão arterial
  • Melhorar o aspecto da nossa pele
  • Sentir-nos menos inchados

Mas lembremos que sempre podemos nos ajudar mantendo uma dieta equilibrada rica em verduras (brócolos, espinafre, Alcachofra, beterraba), fruta (ananás, kiwi, toranja), legumes, superalimentos e proteínas que não aportem grande quantidade de gorduras. Lembrando-nos de consumir 2 – 2,5 L de agua por dia e de manter uma vida ativa.

Y tu? Acostumas fazer alguma mudança na tua alimentação após o natal?

Bibliografia

EMA-HMPC. Community herbal monograph on Peumus boldus Molina, folium. London: EMA. Doc. Ref.: EMEA/HMPC/591648/2007. Adopted: 14-1-2009.
EMA-HMPC. Community herbal monograph on Taraxacum officinale Weber ex Wigg., folium. London: EMA. Doc. Ref.: EMA/HMPC/579636/2008. Adopted: 12-11-2009.
European Medicines Agency (EMA) – Committee on Herbal Medicinal Products (HMPC). European Union herbal monograph on Silybum marianum (L.) Gaertn., fructus. Draft. London: EMA. Doc. Ref.: EMA/HMPC/294187/2013. Adopted: 120 September 2016.
European Medicines Agency (EMA) – Committee on Herbal Medicinal Products (HMPC). Community herbal monograph on Cynara scolymus L., folium. London: EMA. Doc. Ref.: EMA/HMPC/150218/2009. Adopted: 13 September 2011.