Arquivo de etiquetas: articulações

Lesões desportivas e desgaste articular, a melhor nutrição

As lesões desportivas e o desgaste articular acontecem em muitas ocasiões por défice na nossa alimentação.

As lesões desportivas e o desgaste articular

Quando praticamos desporto estamos expostos a lesões e desgaste articular. Isto não acontece unicamente por uma má execução de movimentos, mas também em ocassiões, se deve a carências nutricionais que afetam estas estruturas. Para nos ajudar com este tipo de necessidade é importante saber que existem alternativas como a suplementação. Não só necessária em desportistas mas também em aquelas pessoas que necesitam de cubrir algum défice de nutrientes.

Mas é verdade que nos desportistas, sejam profissionais ou amateur, as carencias são maiores, pelo sobre-esforço físico. Por isso, a demanda de nutrientes aumenta. Neste caso, os suplementos alimentares são fundamentais para manter o rendimento físico do desportista. Neles, as lesões de tipo articular são muito frequentes e para as evitar ou acelerar a sua recuperação é muito recomendável uma nutrição inteligente.

Em resumo, é muito importante cuidar as articulações para que sofram o mínimo e assim obter um bom rendimento articular no geral e desportivo em particular.

Nutrição para cuidar nossas articulações

Para cuidar nossas articulações e evitar algumas lesões desportivas, o primeiro é ter uma boa alimentação, já que esta é a base de uma boa saúde articular. Nossa dieta deve ser variada, sã e com um alto conteúdo em vitaminas e minerais, assim como rica em proteínas, gorduras saudáveis e hidratos de carbono para o bom funcionamento das mesmas.

Se já tem uma dieta equilibrada, é importante que conheça alguns suplementos que podem melhorar o estado da cartilagem e ajudar a diminuir a dor articular.

Sulfato de Condroitina e Glucosamina

Muitos estudos confirmam os seus efeitos protectores e regeneradores de lesões, assim como a redução da dor e as moléstias articulares. O Sulfato de Condroitina é uma substância que se apresenta de forma natural no corpo e ajuda a manter a estrutura dos tecidos. Também, ajuda à cartilagem a reter mais água, melhorando o amortecimento e inibindo as enzimas que destroem o tecido cartilaginoso. A Glucosamina, que também produz o corpo de forma natural, age reparando a cartilagem, estimula a função normal e tem um efeito anti-inflamatório. Recomenda-se tomar estes suplementos como preventivos e também para tratar lesões e encurtar a recuperação.

Ácido Hialurónico

O Ácido Hialurónico é um polímero de origem natural, presente no líquido sinovial que serve de amortecedor para as articulações. Age de certa forma como um lubricante nas articulações, o que evita a ficção e protege, contribuindo a manter as propriedades biomecánicas dos ligamentos. Alguns componentes são necessários para a produção do AH, como o Magnésio ou a Vitamina C.

Uma boa alimentação ajuda as nossas articulações e evita lesões desportivas

O Colagénio

O Colagénio é a proteína que proporciona estrutura aos tendões, tecidos cartilaginosos, ossos e tecidos conectores. Pode encontra-se como suplemento, que se obtém, principalmente mediante tratamento enzimático, o que faz que seja mais indisponível, isto é, mais fácil de digerir, absorver e aproveitar pelo organismo. Geralmente, toma-se para nutrir e recuperar o líquido sinovial nas articulações e atrasar a degradação da cartilagem articular por desgaste físico e idade.

O Silício

O Silício é um mineral que forma parte da estrutura do tecido ósseo e conjuntivo, necessário para forçar o Colagénio, a Elastina, proteoglicanos e glicoproteínas que constituem a sua estrutura. Por isso, ajuda à recuperação das lesões articulares e fracturas ósseas.

Este mineral pode ser incorporado na nossa dieta através da farinha de aveia integral, o farelo de trigo, o arroz integral e também muitos vegetais. Por outro lado, também podemos encontrar suplementos que nos garantam um fornecimento de Silício adequado e natural.

Vitamina C

Vitamina C, muito necessária para a sintese de Colagénio, tem propriedades antiinflamatórias para músculos e articulações e é um poderoso antioxidante. Para estimular e manter a sintese de Colagénio pode tomar suplementos com Vitamina C, mas não deixe de incluir na sua alimentação diaria alimentos ricos nesta vitamina, como kiwi, morangos, framboesas, papaia, cítricos e legumes como agrião, salsa ou pimentos.

Todas as vitaminas e minerais citados anteriormente vão fazer que as suas articulações sejam fortes e flexíveis, facilitando assim uma melhor agilidade e mobilidade.

Os alimentos ricos em mucopolisacarídeos como tripas, lingua, mão de porco, etc… em princípio serão adequados para fortalecer e recuperar as articulações, mas com mais frequência vão acompanhados de outras substâncias não desejadas, como excesso de gordura e colesterol, pelo que a melhor alternativa é recorrer aos suplementos que os contêm, sem gorduras.

Já agora, se são desportistas ou fazem exercício com frequência, um truque muito útil é levar sempre consigo um bom gel para pequenas lesões. Importante e que entre os seus componentes principais se incluam princípios ativos como o harpagofito, condroitina, glucosamina, capsicum ou arnica. Assim, podemos aliviar de forma tópica molestias como a inflamação ou as dores musculares, precisamente no momento em que precisemos. Tampouco será demais utilizar neste tipo de pequenas lesões um gel de efeito frio-calor para aliviar no ato.

Espero que sirva de ajuda e não esqueçam a importância que tem prestar atenção às vossas articulações e como cuidar delas em caso de lesões desportivas.

Colagénio, a proteína que não pode faltar na sua dieta

O colagénio é uma proteína essencial, indispensável para a elasticidade e regeneração de nossos ossos, pele, ligamentos e tendões.

Sabia que a perda de firmeza na pele e os problemas articulares afetam a pessoas cada vez mais jovens e desportistas?. A descida de colagénio era identificada como um sinal da idade; mas hoje em dia sabemos que estes sintomas se aceleram por diversos fatores. Entre eles, se encontram o exercício físico e uma alimentação com défice nesta proteína, ou alimentos que a produzam.

Trata-se de uma substância imprescindível para o nosso organismo que se vai deteriorando e enfraquecendo com a idade. A falta ou ausência de colagénio provoca vários problemas, entre os quais a falta de flexibilidade em muitos tecidos, principalmente na pele e articulações.

É a proteína maioritária de nosso organismo e se encontra de forma natural no corpo humano, sendo um componente essencial de ossos, ligamentos, tendões, cartilagem e pele. É uma substância que forma parte da parede dos vasos sanguinos, da córnea ocular, gengivas e couro cabeludo. Ainda, pertence ao tecido conetivo que envolve e protege tanto os nossos músculos como os nossos órgãos vitais.

Falamos em muitas ocasiões da sua importância para a nossa saúde, e existem motivos de muito peso para que o inclua na sua dieta.

Motivos para incluir o colagénio na sua dieta

As pessoas que têm um nível ótimo de colagénio no seu corpo sofrem menos dores articulares e musculares.

Consegue que as nossas unhas e o nosso cabelo estejam e cresçam mais saudáveis e fortes.

É uma proteína muito importante para ajudar ao nosso corpo a recuperar-se com maior facilidade após o exercício físico intenso.

Reforça as estruturas da pele e por isso funciona como cicatrizante e regenerador natural frente a lesões cutâneas ou queimaduras solares.

Se conseguimos que o nosso corpo mantenha um nível ótimo de colagénio em todas as suas estruturas. Entre elas ossos, cartilagem e articulações, seremos menos propensos a sofrer danos como roturas de fibras ou ossos.

A sua pele estará mais nutrida, se aportamos e potenciamos a sua produção no nosso organismo; principalmente a partir dos trinta anos. Como proteína constituinte das diferentes estruturas do corpo, ajuda a que a nossa pele esteja mais firme, minimizando rugas e linhas de expressão.

Além dos benefícios externos, tem efeitos muito positivos a nível interno em nosso organismo, pelo que é importante que se garanta o seu consumo diário recomendado.

Como melhorar a sua dieta

Pode tomar alimentos ricos em vitamina C, frutos vermelhos, legumes, peixe azul, etc. Também pode suplementar com colagénio marinho hidrolisado, o mais adequado para atingir os requerimentos diários desta excelente proteína. Mas antes, verifique os ingredientes, o ideal neste tipo de suplemento é que seja.

Um colagénio hidrolisado de origem marinha e de baixo peso molecular

Com vitamina C, para promover ainda mais a produção de colagénio

Com ácido hialurónico, muito importante para reforçar os efeitos do colagénio

Com magnésio, porque contribui para a manutenção de ossos e dentes e para o processo de divisão celular

Sem gorduras, sem açúcares e sem lactose

Mas também que tenha uma dissolução fácil e um sabor agradável, para que o incorporar na sua dieta não suponha um esforço extra.

No mercado pode encontra-los com sabor a limão e até com cacau. Experimente e conte-nos a sua experiência.