Arquivo de etiquetas: ácido hialurónico

Lesões desportivas e desgaste articular, a melhor nutrição

As lesões desportivas e o desgaste articular acontecem em muitas ocasiões por défice na nossa alimentação.

As lesões desportivas e o desgaste articular

Quando praticamos desporto estamos expostos a lesões e desgaste articular. Isto não acontece unicamente por uma má execução de movimentos, mas também em ocassiões, se deve a carências nutricionais que afetam estas estruturas. Para nos ajudar com este tipo de necessidade é importante saber que existem alternativas como a suplementação. Não só necessária em desportistas mas também em aquelas pessoas que necesitam de cubrir algum défice de nutrientes.

Mas é verdade que nos desportistas, sejam profissionais ou amateur, as carencias são maiores, pelo sobre-esforço físico. Por isso, a demanda de nutrientes aumenta. Neste caso, os suplementos alimentares são fundamentais para manter o rendimento físico do desportista. Neles, as lesões de tipo articular são muito frequentes e para as evitar ou acelerar a sua recuperação é muito recomendável uma nutrição inteligente.

Em resumo, é muito importante cuidar as articulações para que sofram o mínimo e assim obter um bom rendimento articular no geral e desportivo em particular.

Nutrição para cuidar nossas articulações

Para cuidar nossas articulações e evitar algumas lesões desportivas, o primeiro é ter uma boa alimentação, já que esta é a base de uma boa saúde articular. Nossa dieta deve ser variada, sã e com um alto conteúdo em vitaminas e minerais, assim como rica em proteínas, gorduras saudáveis e hidratos de carbono para o bom funcionamento das mesmas.

Se já tem uma dieta equilibrada, é importante que conheça alguns suplementos que podem melhorar o estado da cartilagem e ajudar a diminuir a dor articular.

Sulfato de Condroitina e Glucosamina

Muitos estudos confirmam os seus efeitos protectores e regeneradores de lesões, assim como a redução da dor e as moléstias articulares. O Sulfato de Condroitina é uma substância que se apresenta de forma natural no corpo e ajuda a manter a estrutura dos tecidos. Também, ajuda à cartilagem a reter mais água, melhorando o amortecimento e inibindo as enzimas que destroem o tecido cartilaginoso. A Glucosamina, que também produz o corpo de forma natural, age reparando a cartilagem, estimula a função normal e tem um efeito anti-inflamatório. Recomenda-se tomar estes suplementos como preventivos e também para tratar lesões e encurtar a recuperação.

Ácido Hialurónico

O Ácido Hialurónico é um polímero de origem natural, presente no líquido sinovial que serve de amortecedor para as articulações. Age de certa forma como um lubricante nas articulações, o que evita a ficção e protege, contribuindo a manter as propriedades biomecánicas dos ligamentos. Alguns componentes são necessários para a produção do AH, como o Magnésio ou a Vitamina C.

Uma boa alimentação ajuda as nossas articulações e evita lesões desportivas

O Colagénio

O Colagénio é a proteína que proporciona estrutura aos tendões, tecidos cartilaginosos, ossos e tecidos conectores. Pode encontra-se como suplemento, que se obtém, principalmente mediante tratamento enzimático, o que faz que seja mais indisponível, isto é, mais fácil de digerir, absorver e aproveitar pelo organismo. Geralmente, toma-se para nutrir e recuperar o líquido sinovial nas articulações e atrasar a degradação da cartilagem articular por desgaste físico e idade.

O Silício

O Silício é um mineral que forma parte da estrutura do tecido ósseo e conjuntivo, necessário para forçar o Colagénio, a Elastina, proteoglicanos e glicoproteínas que constituem a sua estrutura. Por isso, ajuda à recuperação das lesões articulares e fracturas ósseas.

Este mineral pode ser incorporado na nossa dieta através da farinha de aveia integral, o farelo de trigo, o arroz integral e também muitos vegetais. Por outro lado, também podemos encontrar suplementos que nos garantam um fornecimento de Silício adequado e natural.

Vitamina C

Vitamina C, muito necessária para a sintese de Colagénio, tem propriedades antiinflamatórias para músculos e articulações e é um poderoso antioxidante. Para estimular e manter a sintese de Colagénio pode tomar suplementos com Vitamina C, mas não deixe de incluir na sua alimentação diaria alimentos ricos nesta vitamina, como kiwi, morangos, framboesas, papaia, cítricos e legumes como agrião, salsa ou pimentos.

Todas as vitaminas e minerais citados anteriormente vão fazer que as suas articulações sejam fortes e flexíveis, facilitando assim uma melhor agilidade e mobilidade.

Os alimentos ricos em mucopolisacarídeos como tripas, lingua, mão de porco, etc… em princípio serão adequados para fortalecer e recuperar as articulações, mas com mais frequência vão acompanhados de outras substâncias não desejadas, como excesso de gordura e colesterol, pelo que a melhor alternativa é recorrer aos suplementos que os contêm, sem gorduras.

Já agora, se são desportistas ou fazem exercício com frequência, um truque muito útil é levar sempre consigo um bom gel para pequenas lesões. Importante e que entre os seus componentes principais se incluam princípios ativos como o harpagofito, condroitina, glucosamina, capsicum ou arnica. Assim, podemos aliviar de forma tópica molestias como a inflamação ou as dores musculares, precisamente no momento em que precisemos. Tampouco será demais utilizar neste tipo de pequenas lesões um gel de efeito frio-calor para aliviar no ato.

Espero que sirva de ajuda e não esqueçam a importância que tem prestar atenção às vossas articulações e como cuidar delas em caso de lesões desportivas.

Colagénio. O melhor tratamento anti envelhecimento

O Ácido Hialurónico, a Vitamina C, a Biotina e Romã, junto com os óleos de Onagra e Borragem potenciam o efeito anti idade do colagénio.

Cerca de 80% da pele é constituída por colagénio, que o nosso organismo não pode obter através da alimentação.

A ASSIMILAÇÃO DO COLAGÉNIO

O colagénio constitui cerca de 80% da composição da pele, fornecendo sustentação e firmeza necessária para que se mantenha em estado saudável, afetando diretamente o seu aspeto. A pela, a partir dos 30 anos, sofre muitas mudanças: rugas, pele seca, perda de firmeza e linhas de expressão. Todas estas mudanças são consequência da diminuição da síntese de colagénio por parte de nossa pele.

O organismo vai perdendo colagénio com a passar do tempo e não pode assimilar o que está presente na alimentação, pelo que a suplementação é uma alternativa muito interessante para garantir que nossa pele está o mais cuidado e saudável possível.

Existem uma diversidade de cremes faciais e suplementos alimentares realizados com colagénio, mas devemos ter em conta a formulação. Por um lado, devemos comprovar a fonte de colagénio, já que o marinho assimila-se melhor que o de porco ou vaca [1].

Por outro lado, o tamanho das moléculas do colagénio é determinante (se são muito grandes o nosso corpo não as pode assimilar, como acontece com o colagénio presente nos alimentos).

Neste sentido, o mais assimilável é o Colagénio Marinho Hidrolisado. A hidrolise é um processo único de separação de enzimas, dando lugar a moléculas (denominadas péptidos), de baixo peso molecular. Se deseja saber mais sobre este assunto, leia os 5 motivos que influenciam a eleição de um suplemento com colagénio.

Sinergias do colagénio. Maior efeito antirrugas!

Se o que queremos é uma nutrição mais avançada e específica para a pele, além de tomar em conta a fonte de colagénio e o tamanho da molécula, devemos verificar que outros ingrediente apresenta.

O ideal é que o suplemento ou creme facial de colagénio contenha vitaminas e outros nutrientes que funcionam em sinergia, potenciando o resultado: Ácido Hialurónico, Vitamina C, Biotina, Romã, Óleo de Onagra e Óleo de Borragem.

Esta composição age contra os sinais de envelhecimento prematuro, como são a falta de firmeza, rugas, linhas de expressão e perda de hidratação.

  • Ácido Hialurónico. Encontra-se em numerosos tecidos. Absorve água, geralmente nas rugas da pele, hidratando e preenchendo as rugas (também deve ser um ácido hialurónico de baixo peso molecular). Tanto o Colagénio Marinho Hidrolisado como o Ácido Hialurónico passam a fazer parte da sua pele, reduzindo as rugas e linhas de expressão, e melhorando a firmeza.
  • Vitaminas: A Vitamina C é necessária para que se ative a síntese do colagénio e a Biotina contribui para a nutrição e manutenção da pele.
  • Romã: Rica em Minerais, Vitaminas, Ácidos Gordos e Flavonoides. A sua alta quantidade de antioxidantes, neutralizam os radicais livres e atrasam o envelhecimento prematuro da pele.
  • Óleo de Onagra e Borragem: Apresentam na sua composição 95 % dos ácidos gordos essenciais polinsaturados (aqueles que o corpo não pode sintetizar e é necessário incorporar através da dieta): Ácido linoleico, linoleico, palmítico, esteárico e oleico. Fornecem substâncias necessárias para a hidratação e nutrição da pele.

O creme facial produz este efeito diretamente sobre a pele, enquanto um suplemento alimentar em pó ajuda-nos a cuidar desde o interior, contribuindo também a manter a saúde das unhas e outras partes do corpo com falta de colagénio.

Assim, por exemplo, a YouTuber espanhola África Montejo recomenda tomar Colagénio Marinho Hidrolisado em pó como “Incrível tratamento para rejuvenescer a pele – Elimina rugas”, enquanto a blogger britânica Amy Morris explica em greathealthnaturally.com.uk um tratamento anti envelhecimento combinando: creme noite e dia, junto com o suplemento em pó. Ideal para cuidar-se por dentro e por fora!

Bibliografia

  1. Ohara, H., Matsumoto, H., Ito, K., Iwai, K., and Sato, K. 2007. Comparison of quantity and structures of hydroxyproline-containing peptides in human blood after oral ingestion of gelatin hydrolysates from different sources. Agric. Food Chem. 55(4) 1532-1535.