Conselhos para aumentar as suas defesas contra o frio

Quatro conselhos para aumentar as suas defesas contra o frio

O mais indicado é tomar medidas através de alimentos, exercícios físicos, relaxamento e plantas naturais, como equinácea ou alho preto.

Frio, chuva, neve, …? Na verdade, estamos preparados para enfrentar essas mudanças drásticas? E os mais pequenos da casa?

Estamos no momento certo para nossas defesas caírem em queda livre. Embora tenhamos um sistema imunológico complexo que nos protege de bactérias, vírus e parasitas com os quais estamos em contacto diário, se negligenciarmos a nossa saúde, poderemos enfraquecê-lo.

Portanto, é aconselhável que prestemos mais atenção à prevenção e que proporcionemos saúde extra às nossas rotinas, a fim de evitar ficar doente ou, se for o caso, acelerar o processo de recuperação.

Como podemos aumentar as defesas?

Para nos proteger contra a redução de defesas, é melhor tomar medidas através da nossa dieta, exercício físico, relaxamento ou descanso e plantas naturais.

  1. Alimentação saudável: Uma dieta rica em frutas e verduras, fonte de vitaminas e minerais, ajudaria a fortalecer as nossas defesas sobretudo pelo seu conteúdo em Vitamina C. Esta vitamina é um excelente tónico, estimulante das funções imunitárias e das defesas do nosso organismo.

Dentro dos alimentos, podemos destacar alguns como:

  • Geleia Real: o alimento da abelha rainha é um concentrado nutritivo e energético à base de vitaminas B, C, A, E, minerais (ferro, potássio, fósforo, …), aminoácidos e ácidos gordos essenciais. É um alimento revitalizante, ideal para fortalecer as defesas e que combate e previne as infeções.
  • Própolis: É uma substância resinosa que as abelhas coletam das árvores para endurecer as paredes da colmeia e protegê-las dos germes. É encontrado em pequenas quantidades no mel, contém flavonoides (com atividade antioxidante), previne infeções e é ideal para as vias respiratórias devido ao seu poder antigripal.
  • Ginseng: capaz de estimular o humor e a concentração, ao mesmo tempo que melhora a resistência ao stress e à fadiga, tanto psíquica como física. Não em vão, tem sido muito utilizado desde a antiguidade pela Medicina Tradicional Chinesa, onde é conhecido como ren shen.
  1. Pratique exercício físico: O exercício moderado ajuda-nos a permanecer ativos e ágeis. Andar a pé, andar de bicicleta, nadar, correr, etc, melhora as nossas defesas e também pode reduzir os dias de doença. Além disso, o exercício ajuda-nos a combater o stress, uma doença em que as nossas defesas tendem a enfraquecer.
  2. Descanso: Devemos dormir as horas recomendadas, aproveitando a luz natural, para poder descansar, recuperar energia e ter defesas mais fortes.
  3. O poder das plantas naturais: Eles podem ser os nossos grandes aliados neste outono e inverno se soubermos escolher o caminho certo. Devido à sua função imunológica, destacam-se:
  • Reishi e Shiitake: São dois cogumelos utilizados desde a antiguidade que se encontram principalmente na Ásia, ricos em princípios ativos entre os quais destacamos os beta-glucanos. Estes alimentam a fração probiótica da nossa mucosa intestinal e estimulam diretamente as nossas defesas. O reishi e o shiitake também têm funções anti-inflamatórias, para recuperar os músculos exaustos e retardar o envelhecimento dos órgãos.
  • Tomilho: O Tomilho contém felinos, compostos que conferem a esta planta uma infinidade de propriedades: antibacteriana, antiviral, expetorante, antisséptica, mucolítica, antifúngica, antitússica e anti-inflamatória, entre outras.
  • Echinacea: É utilizado no tratamento do resfriado comum. É recomendado tanto no tratamento como na prevenção de infeções do trato respiratório superior. Os seus princípios ativos aumentam o número de glóbulos brancos e favorecem a síntese de interferon (uma molécula essencial na atividade imunológica). Também pode ser usado em casos de stress ou fadiga física e mental, pois nessas condições o sistema imunológico enfraquece.
  • Alho preto: É obtido a partir da fermentação do alho comum através de um processo lento e tem propriedades medicinais mais eficazes que as do alho branco. Devido ao Aliina, o principal componente, protege-nos de bactérias e vírus, ajudando o sistema imunitário do nosso organismo, entre outras propriedades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *