Dez conselhos para usufruir de um Natal saudável

Dez conselhos para usufruir de um Natal saudável

Explicamos como evitar ganhar peso, aumentar os níveis de colesterol e açúcar no sangue ou a retenção de líquidos

O Natal é uma das épocas mais esperadas do ano, embora também das mais temidas no que se refere à nossa alimentação.

Os excessos no comer podem cair mal, provocando digestões pesadas, obstipação, diarreia e, especialmente, um aumento de peso em poucos dias.

No entanto, existem uma serie de conselhos que nos podem ajudar a usufruir de umas festas sem alterar muito nossa rotina diária para não começar o ano a pagar as consequências.

Dez recomendações que não devemos esquecer

1 – O mais importante de tudo é a planificação:

Não deixe a organização das refeições do natal para o último dia, porque acabaremos por pagar mais caro e deixaremos a nossa alimentação praticamente ao acaso.

Escolha bem os produtos que precisa, desta forma será mais consciente de que alimentos são mais baixos em gorduras, e terá mais tempo para elaborar as sobremesas em vez e as comprar. Assim, não vai renunciar aos doces, mas sim as calorias e açúcares acrescentados.

Um truque: inclua Superalimentos nas suas receitas. Estará fornecendo sabor, muitos nutrientes e vitaminas e os benefícios serão notáveis. (Consulte a listagem de receitas que temos no blog)

2 – Respeite, na medida do possível, os horários:

O nosso corpo está habituado as rotinas no que se refere as refeições. Caso contrário, começaremos a comer entre as principais refeições para não sentir fome e o consumo de calorias aumentará de forma notável.

Este conselho também pode ser aplicado ao nosso descanso. É claro que as reuniões familiares e as festas vão levar a que nos deitemos mais tarde, mas devemos tentar dormir umas sete ou oito horas para não acumular cansaço e nos sentirmos mais alterados. Lembre-se que a falta de sono aumenta o consumo de calorias.

Se passa as festas longe de casa, opte por tomar melatonina para conciliar o sono no menor tempo possível. Igualmente se tem preparada alguma viagem com uma diferença de horas importante. Com a melatonina, também ajudará a aliviar a sensação subjetiva do jetlag.

3 – Planifique o resto das refeições:

Se já sabemos que uma das refeições será abundante, elabore o resto de uma forma mais ligeira. Atenção! Isto não quer dizer que falhe alguma refeição, pois será muito pior para o seu organismo. Tente incluir algumas frutas e legumes ao longo do dia. A melhor forma do fazer é em smoothies ou batidos. Conseguirá saciar-se de forma natural e poderá usufruir da refeição ou jantar com menos fome e sem a intenção de comer demais.

4 – Coma tranquilo e relaxado

Se queremos que a refeição não nos faça mal, é muito importante comer tranquilos, relaxados e usufruindo de cada prato. Isso sim, sempre com moderação. Caso isto não seja possível, existem ingredientes naturais que podem ajudar-nos a dizer adeus a uma digestão pesada, como é o caso do Boldo, a Alcachofra, o Dente de Leão ou o Cardo Mariano. Podemos ingeri-los tanto em infusões como em forma de suplemento alimentar. Em caso de optar por um suplemento, também entra nesta listagem a Papaína, uma substancia extraída da Papaia que facilita o processo digestivo pela sua ação proteolítica.

5 – Que a energia não falte:

Todos sabemos que enfrentamos dias muito compridos e de bastante stressantes. Visitas familiares, compras de presentes sem fim, refeições abundantes, crianças sem aulas… É muito importante começar o dia com vitalidade, pelo que complete o seu pequeno almoço com ingredientes naturais como a Geleia Real, Magnésio, Ginseng ou Guaraná, com os que conseguirá ter mais energia e um fornecimento vitamínico extra.

6 – Sem esquecer o nosso peso:

Não nos devemos desleixar, nem tão pouco esquecer de seguir uma rotina para manter um peso saudável, sobretudo quando fizemos esforços todo o ano para comer saudável ou fazer exercício…

Por isso, a nossa recomendação é experimentar o Quitosan, uma substância que age de forma direta no tubo digestivo, recobrindo as gorduras consumidas na dieta e agindo como uma espécie de camada de gel. A gordura elimina-se então de forma natural sem ser absorvida pelo organismo. O seu uso correto evitará que mais gorduras se somem as que já temos no organismo. O Quitosan é uma fibra que tem a sua origem na casca de alguns crustáceos marinhos como caranguejos e camarões.

Se for alérgico ao marisco, no entanto, é melhor que aposte por ingredientes como o Chá Verde, o Mango Africano, o Arando Vermelho ou a Cavalinha, pelo seu efeito drenante e diurético.

7 – Atenção com a obstipação ocasional:

É um dos problemas mais comuns quando alteramos a nossa alimentação e pode transformar-se num pesadelo, pelo que temos que aprender a depurar o organismo atempadamente para ajudar a restabelecer as funções intestinais. Componentes naturais como o Aloe Vera, o Funcho, a Genciana ou a Ameixa em pó ajuda-nos a recuperar a nossa flora intestinal sem sofrer danos colaterais.

8 – Refeições saudáveis:

Durante as longas refeições limite o consumo de doces. Aposte pelas sobremesas caseiras realizadas com Superalimentos como o Açúcar de Bétula, de muito baixo índice Glicémico (7 de 64 que o açúcar comum tem), infusões em vez de café ou o consumo de frutos secos, que também são uma alternativa muito saudável.

9 – Evite o sedentarismo:

Aproveite a visita dos mais pequenos da família para organizar planos ativos. Pode fazer patinagem com eles, brincar na neve, passear ou fazer as compras de natal em companhia para que não tenha a necessidade de ir de carro a todos os sítios. Assim poderá fugir do abuso do sofá e passar mais tempo do que o necessário sentado.

10 – Os brindes, com moderação:

Aumento de peso é, ainda, uma das primeiras consequências do consumo excessivo de álcool, que pode afetar a coordenação de movimentos, causar efeitos depressivos e, no longo prazo, a degeneração do fígado.

Pode misturar o vinho branco com água mineral para reduzir a quantidade de álcool ingerido, ou diretamente optar por outras bebidas não alcoólicas. Por exemplo, meio litro de cerveja contém aproximadamente 200 calorias, o equivalente a quatro maçãs.

Inclua nos seus brindes cocktails sem álcool, baseados em frutas, ou experimente bebidas ecológicas, como a sidra ou o vinho sem álcool. E, perante os excessos, nada melhor que o Cardo Mariano, para restabelecer o funcionamento do organismo com naturalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *