Colagénio, a proteína que não pode faltar na sua dieta

Colagénio, a proteína que não pode faltar na sua dieta

O colagénio é uma proteína essencial, indispensável para a elasticidade e regeneração de nossos ossos, pele, ligamentos e tendões.

Sabia que a perda de firmeza na pele e os problemas articulares afetam a pessoas cada vez mais jovens e desportistas?. A descida de colagénio era identificada como um sinal da idade; mas hoje em dia sabemos que estes sintomas se aceleram por diversos fatores. Entre eles, se encontram o exercício físico e uma alimentação com défice nesta proteína, ou alimentos que a produzam.

Trata-se de uma substância imprescindível para o nosso organismo que se vai deteriorando e enfraquecendo com a idade. A falta ou ausência de colagénio provoca vários problemas, entre os quais a falta de flexibilidade em muitos tecidos, principalmente na pele e articulações.

É a proteína maioritária de nosso organismo e se encontra de forma natural no corpo humano, sendo um componente essencial de ossos, ligamentos, tendões, cartilagem e pele. É uma substância que forma parte da parede dos vasos sanguinos, da córnea ocular, gengivas e couro cabeludo. Ainda, pertence ao tecido conetivo que envolve e protege tanto os nossos músculos como os nossos órgãos vitais.

Falamos em muitas ocasiões da sua importância para a nossa saúde, e existem motivos de muito peso para que o inclua na sua dieta.

Motivos para incluir o colagénio na sua dieta

As pessoas que têm um nível ótimo de colagénio no seu corpo sofrem menos dores articulares e musculares.

Consegue que as nossas unhas e o nosso cabelo estejam e cresçam mais saudáveis e fortes.

É uma proteína muito importante para ajudar ao nosso corpo a recuperar-se com maior facilidade após o exercício físico intenso.

Reforça as estruturas da pele e por isso funciona como cicatrizante e regenerador natural frente a lesões cutâneas ou queimaduras solares.

Se conseguimos que o nosso corpo mantenha um nível ótimo de colagénio em todas as suas estruturas. Entre elas ossos, cartilagem e articulações, seremos menos propensos a sofrer danos como roturas de fibras ou ossos.

A sua pele estará mais nutrida, se aportamos e potenciamos a sua produção no nosso organismo; principalmente a partir dos trinta anos. Como proteína constituinte das diferentes estruturas do corpo, ajuda a que a nossa pele esteja mais firme, minimizando rugas e linhas de expressão.

Além dos benefícios externos, tem efeitos muito positivos a nível interno em nosso organismo, pelo que é importante que se garanta o seu consumo diário recomendado.

Como melhorar a sua dieta

Pode tomar alimentos ricos em vitamina C, frutos vermelhos, legumes, peixe azul, etc. Também pode suplementar com colagénio marinho hidrolisado, o mais adequado para atingir os requerimentos diários desta excelente proteína. Mas antes, verifique os ingredientes, o ideal neste tipo de suplemento é que seja.

Um colagénio hidrolisado de origem marinha e de baixo peso molecular

Com vitamina C, para promover ainda mais a produção de colagénio

Com ácido hialurónico, muito importante para reforçar os efeitos do colagénio

Com magnésio, porque contribui para a manutenção de ossos e dentes e para o processo de divisão celular

Sem gorduras, sem açúcares e sem lactose

Mas também que tenha uma dissolução fácil e um sabor agradável, para que o incorporar na sua dieta não suponha um esforço extra.

No mercado pode encontra-los com sabor a limão e até com cacau. Experimente e conte-nos a sua experiência.

1 comentário a “Colagénio, a proteína que não pode faltar na sua dieta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *