As proteínas Whey no rendimento desportivo - Drasanvi

As proteínas Whey no rendimento desportivo

Os batidos de proteínas do soro de leite (Whey protein) são uma alternativa saudável para uma melhor recuperação e um aumento efetivo de massa magra.

Tão importante quanto praticar exercício físico, é recuperar o corpo para estar pronto para o próximo treinamento. Cada vez que um estímulo muscular acontece, as fibras sofrem micro rupturas e iniciam um processo de reconstrução após a pratica desportiva. Nas horas que se seguem à finalização do exercício, os músculos estão a chamar por nutrientes para recuperar-se.

Aqui é onde entra uma boa alimentação, suplementação adequada e descanso. Os batidos de proteínas são cada dia mais usados como alternativas saudáveis para uma melhor recuperação e um aumento efetivo da massa magra. Aliados com uma dieta equilibrada e um treinamento adequado a cada tipo físico, maximizam os resultados e criam mais adeptos em todo o mundo pela sua pureza, efectividade e facilidade de uso.

O que são as proteínas do soro?

O soro do leite é um subproduto obtido durante a elaboração do queijo. Contem, principalmente, lactose, proteínas como substâncias de importante valor nutricional, minerais, vitaminas e gordura. O leite de vaca esta composto num 20% de soro de leite é num 80% de caseínas (outro tipo de proteína). No leite materno isto é ao contrário, está composta por um 80% de soro de leite e 20% de caseínas, pelo que podemos afirmar que as proteínas do soro do leite são mais semelhantes ao leite humano.

O soro do leite de vaca é submetido a um processo de ultra e microfitração, um processo tecnológico que não utiliza substâncias químicas nem calor. A filtragem é totalmente mecânica, onde, com cada passagem, as sucessivas membranas do filtro vão eliminando a gordura indesejável, o colesterol e a lactose, dando origem ao que se denomina whey protein.

No entanto, existem outros processos de elaboração, e dependendo do que seja utilizado para a obtenção de whey, algumas proteínas podem ser desnaturalizadas e perder a capacidade de serem absorvidas pelo organismo.

Tipos de proteínas ‘Whey’

Existem diferentes tipos de whey protein de acordo com o processo de elaboração.

  1. Concentrados de proteínas de whey. A sua elaboração implica a eliminação das cinzas, a maior parte da lactose do leite, o agua e alguns minerais.
  2. Isolados de proteínas de whey. São as que maior concentração de proteínas fornecem, ~90% ou mais, já que na sua elaboração se produz uma significativa eliminação da gordura e da lactose contida no soro lácteo. É melhor digerida e apta para intolerantes a lactose.
  3. Hidrolisado de proteínas de whey. Muitos produtos nutricionais para o desporto, fórmulas para crianças e fórmulas de uso médico, utilizam produtos com soro de proteínas hidrolisado. O processo de hidrólise degrada as proteínas em segmentos mais pequenos chamados de péptidos. Os peptidos são cadeias mais pequenas de aminoácidos. Isto faz que as proteínas sejam mais fáceis de digerir e reduz o risco potencial de reacções alérgicas às proteínas lácteas. Também são aptas para intolerantes à lactose.

As proteínas do soro de leite são altamente digeríveis e rapidamente absorvidas pelo organismo, estimulando a síntese de proteínas no sangue e nos tecidos, ao ponto que alguns cientistas as classificam como proteínas de metabolização rápida. Por meio de estudos foram observados resultados muito positivos em relação com a composição corporal: diminuição do peso, redução da gorduña corporal, aumento da densidade mineral dos ossos, aumento da massa magra, glucógeno muscular e hepático e melhora da força. De modo geral, o consumo de whey protein não substitui a uma alimentação equilibrada e adequada para cada estilo de vida.

Em futuros artigos, explicarei outros suplementos que são realmente interessantes para melhorar o rendimento desportivo, como os aminoácidos ramificados, a L-Glutamina e a Creatina.

Bibliografía

  • Hoffman, J. R. & Falvo, M. J (2004). Protein- Which is the best?. J. Sports Sci Med., 13, 118-130
  • Fernando Naclerio (2006). Utilización de las Proteínas y Aminoácidos como Suplementos o Integradores Dietéticos. PubliCE Standard.
  • Candow, D. G., Burke, N. C., Smith, T. & Burke, D. G (2006). Effects of whey protein and soy protein supplementation combined with resistance training in young adults. Int J. Sports Nutr Exerc. Metabol., 16, 233-244
  • Fitzgerald R, et al, 2003. Hypotensive peptides from milk proteins. Journal of Nutrition, 134:S980S988.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nutricionista Esportivo Health Coach em Drasanvi

Pricila Farias

Nutricionista Esportivo

Health Coach em Drasanvi