Arando Vermelho

Arando Vermelho. Sabes o que são proantocianidinas?

O Arando Vermelho Americano, fruto de uma planta Vacciniun macrocarpon, carateriza-se pela alta concentração de proantocianidinas.

Podemos encontrá-las em grandes quantidades no Arando Vermelho, fruto da planta Vacciniun macrocarpon. As proantocinidinas são mais conhecidas pelas suas propriedades antibacterianas e pelos seus benefícios sobre a saúde das vias urinárias.

A verdade é que se trata de um fruto tem chamado a atenção do mundo científico pelos seus comprovados benefícios para a saúde, mais especificamente na prevenção e tratamento da cistite (1).

A cistite é uma das infeções mais frequentes, afetando principalmente a população feminina. Estima-se que mais de um terço das mulheres sofreram algum episódio de cistite ao longo da sua vida e muitos deles sucedem-se porque as mulheres são propensas em outros casos, mais esporádicos, ocorrem durante o tempo da praia e piscina.

Os cientistas explicam que o Arando Vermelho pela sua riqueza em proantocinidinas atua como um preventivo das infeções da bactéria de Escherichia coli ao aderir-se à membrana da bexiga urinária facilitando a eliminação das bactérias do corpo (2).

Os frutos vermelhos, também conhecidos como frutos do bosque, são uma importante fonte de benefícios para o nosso organismo. Para além de abundante água e nutrientes reguladores, contêm fibra, vitaminas, minerais e oligoelementos. Este tipo de componentes é compartilhado com toda a fruta, mas as groselhas, bagas de arando, etc, são muito generosos também em flavonóides, compostos bioativos, o que lhes fornece a sua cor vermelha ou roxo profundo, e que têm um papel importante como antioxidantes.

Bibliografía

  1. Evaluation of the impact of the urinary symptoms on quality of life of patients with painful bladder syndrome/chronic pelvic pain and radiation cystitis: EURCIS study. Actas Urol Esp. 2014 May;38(4):224-31. doi: 0.1016/j.acuro.2013.09.016. Epub 2013 Dec 19. Rapariz-González M1, Castro-Díaz D2, Mejía-Rendón D3; EURCIS.
  2. Efficient and cost-effective alternative treatment for recurrent urinary tract infections and interstitial cystitis in women: a two-case report. Mansour A, Hariri E, Shelh S, Irani R, Mroueh M. Case Rep Med.2014;2014:698758. doi: 10.1155/2014/698758. Epub 2014 Dec 21.
  3. Cranberry and recurrent cystitis: more than marketing? Crit Rev Food Sci Nutr. 2014;54(8):1063-75. doi: 10.1080/10408398.2011.625574. Micali S1, Isgro G, Bianchi G, Miceli N, Calapai G, Navarra M.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *